Thiago Tavares sobrevive a corte na testa, mas perde para Brian Ortega no UFC FN 68

Em batalha de jiu-jitsu, brasileiro fez uma boa luta até o terceiro round, mas acabou nocauteado no último assalto

B. Ortega (esq.) derrotou o brasileiro T. Tavares (dir.) no UFC FN 68

B. Ortega (esq.) derrotou o brasileiro T. Tavares (dir.) no UFC FN 68

O UFC Fight Night 68 não trará boas lembranças para os lutadores brasileiros. Depois de Ricardo Demente perder para Jake Collier no card preliminar, o catarinense Thiago Tavares também deixou a área de lutas sem ter a mão erguida. Na noite deste sábado (06), em New Orleans, Thiaguinho travou uma grande batalha no solo contra Brian Ortega, mas acabou nocauteado no terceiro round.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A luta

Uma aula de jiu-jitsu. Assim pode se resumir o duelo entre Thiago Tavares e Brian Ortega. Logo nos primeiros movimentos, o brasileiro encurtou a distância e derrubou o rival. Thiaguinho soltou alguns socos contra o corpo de Brian, que surpreendeu o brasileiro e atacou com uma chave de braço. Tavares manteve a calma e defendeu bem.

O brasileiro se manteve por cima e soltava alguns golpes, mas sem contundência. Na metade da parcial, Brian novamente atacou na chave de braço e apesar de não conseguir a finalização, chegou a raspagem e ficou por cima. Na montada, o norte-americano algumas cotovelas em Tavares e abriu um profundo corte na testa do brasileiro. Thiago conseguiu se levantar rapidamente, mas sangrava muito. No final da parcial, o catarinense voltou a levar a disputa para o solo e terminou por cima.

PUBLICIDADE:
thiago_tavares_corte

T. Tavares com um enorme corte na testa. Foto: Reprodução/Twitter

No segundo round, Ortega começou surpreendendo no solo. Ele soltou uma cotovelada giratória e o brasileiro sentiu. Apesar de atordoado, Thiago conseguiu atacar as pernas do rival e derrubar. O brasileiro avançou algumas posições até chegar a montada. Tavares soltou vários socos no norte-americano que conseguiu resistir e ainda tentar uma chave de pé, novamente bem defendida. No intervalo entre os assaltos, Thiago precisou de um longo atendimento para estancar o sangramento na testa.

PUBLICIDADE:

Com a luta totalmente aberta, o terceiro round seria fundamental para definir a peleja. E Brian Ortega foi quem conseguiu impor seu ritmo. Mais alto, o norte-americano evitou a luta de solo e trabalhou com golpes em pé. Thiaguinho até tentou derrubar o norte-americano em duas oportunidades, mas sem sucesso.

PUBLICIDADE:

Depois do brasileiro grampear as costas de Brian, ele não conseguiu a queda e o árbitro separou os lutadores. No recomeço da luta,  Ortega conseguiu acertar bons golpes no catarinense, que caiu. O norte-americano aproveitou o momento para montar e acertar vários socos por cima até chegar ao nocaute técnico.

Resultados do UFC Fight Night 68

CARD PRINCIPAL

Dan Henderson x Tim Boetsch;
Ben Rothwell finalizou Matt Mitrione com uma guilhotina no 1m54s do R1;
Justin Poirier derrotou Yancy Medeiros por nocaute técnico a 2m38s do R1;
Brian Ortega derrotou Thiago Tavares por nocaute técnico a 4m10s do R3;
Anthony Birchak derrotou Joe Soto por nocaute técnico do R1;
Francisco Rivera derrotou Alex Caceres por nocaute a 21s do R1;

CARD PRELIMINAR

Shawn Jordan derrotou Derrick Lewis por nocaute técnico a 48s do R2;
Omari Akhmedov derrotou Brian Ebersole por nocaute técnico (contusão) a 5m do R1;
 Chris Wade derrotou Christos Giagos na decisão unânime dos juízes (29×28, 30×27, 29×28);
Joe Proctor finalizou Justin Edwards com uma guilhotina a 4m58 do R3;
Jake Collier derrotou Ricardo Demente na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28);
José Quiñonez finalizou Leonardo Morales com um mata-leão a 2m34s do R1;

 

 

Podcast #41: José Aldo de volta ao topo + Charles do Bronx e Amanda Nunes no UFC 269

Comentários

Deixe um comentário