Thiago Tavares sobrevive a corte na testa, mas perde para Brian Ortega no UFC FN 68

Em batalha de jiu-jitsu, brasileiro fez uma boa luta até o terceiro round, mas acabou nocauteado no último assalto

B. Ortega (esq.) derrotou o brasileiro T. Tavares (dir.) no UFC FN 68

B. Ortega (esq.) derrotou o brasileiro T. Tavares (dir.) no UFC FN 68

O UFC Fight Night 68 não trará boas lembranças para os lutadores brasileiros. Depois de Ricardo Demente perder para Jake Collier no card preliminar, o catarinense Thiago Tavares também deixou a área de lutas sem ter a mão erguida. Na noite deste sábado (06), em New Orleans, Thiaguinho travou uma grande batalha no solo contra Brian Ortega, mas acabou nocauteado no terceiro round.

Veja Também

Ricardo Demente faz luta dura, mas perde invencibilidade no UFC FN 68
Thiago Jambo vence ‘luta de amigos’ no WSOF 27

A luta

Uma aula de jiu-jitsu. Assim pode se resumir o duelo entre Thiago Tavares e Brian Ortega. Logo nos primeiros movimentos, o brasileiro encurtou a distância e derrubou o rival. Thiaguinho soltou alguns socos contra o corpo de Brian, que surpreendeu o brasileiro e atacou com uma chave de braço. Tavares manteve a calma e defendeu bem.

O brasileiro se manteve por cima e soltava alguns golpes, mas sem contundência. Na metade da parcial, Brian novamente atacou na chave de braço e apesar de não conseguir a finalização, chegou a raspagem e ficou por cima. Na montada, o norte-americano algumas cotovelas em Tavares e abriu um profundo corte na testa do brasileiro. Thiago conseguiu se levantar rapidamente, mas sangrava muito. No final da parcial, o catarinense voltou a levar a disputa para o solo e terminou por cima.

thiago_tavares_corte

T. Tavares com um enorme corte na testa. Foto: Reprodução/Twitter

No segundo round, Ortega começou surpreendendo no solo. Ele soltou uma cotovelada giratória e o brasileiro sentiu. Apesar de atordoado, Thiago conseguiu atacar as pernas do rival e derrubar. O brasileiro avançou algumas posições até chegar a montada. Tavares soltou vários socos no norte-americano que conseguiu resistir e ainda tentar uma chave de pé, novamente bem defendida. No intervalo entre os assaltos, Thiago precisou de um longo atendimento para estancar o sangramento na testa.

Com a luta totalmente aberta, o terceiro round seria fundamental para definir a peleja. E Brian Ortega foi quem conseguiu impor seu ritmo. Mais alto, o norte-americano evitou a luta de solo e trabalhou com golpes em pé. Thiaguinho até tentou derrubar o norte-americano em duas oportunidades, mas sem sucesso.

Depois do brasileiro grampear as costas de Brian, ele não conseguiu a queda e o árbitro separou os lutadores. No recomeço da luta,  Ortega conseguiu acertar bons golpes no catarinense, que caiu. O norte-americano aproveitou o momento para montar e acertar vários socos por cima até chegar ao nocaute técnico.

Resultados do UFC Fight Night 68

CARD PRINCIPAL

Dan Henderson x Tim Boetsch;
Ben Rothwell finalizou Matt Mitrione com uma guilhotina no 1m54s do R1;
Justin Poirier derrotou Yancy Medeiros por nocaute técnico a 2m38s do R1;
Brian Ortega derrotou Thiago Tavares por nocaute técnico a 4m10s do R3;
Anthony Birchak derrotou Joe Soto por nocaute técnico do R1;
Francisco Rivera derrotou Alex Caceres por nocaute a 21s do R1;

CARD PRELIMINAR

Shawn Jordan derrotou Derrick Lewis por nocaute técnico a 48s do R2;
Omari Akhmedov derrotou Brian Ebersole por nocaute técnico (contusão) a 5m do R1;
 Chris Wade derrotou Christos Giagos na decisão unânime dos juízes (29×28, 30×27, 29×28);
Joe Proctor finalizou Justin Edwards com uma guilhotina a 4m58 do R3;
Jake Collier derrotou Ricardo Demente na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28);
José Quiñonez finalizou Leonardo Morales com um mata-leão a 2m34s do R1;

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário