Treinador de Werdum minimiza efeito de altitude em vitória sobre Velasquez | SUPER LUTAS

Treinador de Werdum minimiza efeito de altitude em vitória sobre Velasquez

Rafael Cordeiro diz que, se novo campeão enfrentar rival por dez vences, venceria todas elas

F. Werdum (esq.) quer que R. Cordeiro (dir.) encare Javier Mendez, enquanto ele pega Velasquez. Foto: Josh Hedges/UFC

R. Cordeiro (dir.) é treinador de F. Werdum. Foto: Josh Hedges/UFC

Após o UFC 188, muito se comentou sobre o efeito da altitude no desenrolar dos combates, já que muitos lutadores passaram mal com o ar rarefeito da Cidade do México. Cain Velasquez, que perdeu o cinturão dos pesados para Fabrício Werdum, afirmou que este foi um fator que interferiu em sua derrota. No entanto, o treinador do novo campeão minimizou as declarações.

Veja Também

Para Rafael Cordeiro, o resultado do combate entre Werdum e Velasquez reflete o atual momento enfrentado por ambos os atletas. “Se Werdum lutar com Cain Velasquez dez vezes, vence dez vezes. Acho que as pessoas deveriam parar de arrumar explicações para os resultados. Se você perdeu, perdeu, então volte à academia e treine. É um esporte. Teve um resultado ruim? Treine mais”, analisou, em entrevista ao site “MMA Fighting”.

“A altitude era a mesma para todos. A luta foi anunciada e todos sabiam que teriam de lidar com a altitude, então que fossem para lá um mês antes. Mas, mesmo indo para lá com um mês de antecedência, não é garantia de que você vai vencer. Você precisa estar preparado para lutar. Nós sempre acreditamos no Werdum, e ele provou ser o melhor lutador do planeta”, continuou o treinador, que realizou os últimos dois meses da preparação de Werdum na Cidade do México, a fim de se adaptar às condições do local.

Werdum conseguiu unificar o cinturão dos pesados ao finalizar Velasquez no terceiro round, tornando-se apenas o segundo brasileiro a se sagrar campeão linear da categoria – o outro é Júnior Cigano, que poderá ser seu próximo adversário.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments