Treinador aposta em vantagem de Werdum sobre Cigano em caso de revanche: ‘Evoluiu mais’

Rafael Cordeiro acredita que seu atleta teria condições de trocar de igual para igual com o nocauteador Cigano

Werdum (esq.) e Cigano (dir.) se enfrentaram  em 2008. Foto: Divulgação

Werdum (esq.) e Cigano (dir.) se enfrentaram em 2008. Foto: Divulgação

Em outubro de 2008, o então novato no UFC Júnior Cigano chacoalhou a categoria dos pesados ao nocautear, de forma impressionante, o experiente Fabrício Werdum. Quase sete anos se passaram e os dois novamente podem entrar em rota de colisão no futuro, desta vez pelo cinturão da maior organização de MMA do planeta.

Veja Também

Dana volta atrás, descarta Cigano e diz que desafiante de Werdum será Arlovski ou Miocic
‘Vejo fraquezas em Werdum e sou o cara para expor isso’, confia Alistair Overeem
Cigano elogia atuação de Werdum em vitória e reconhece: ‘Resultado foi bom para mim’

Caso de fato a revanche aconteça, o resultado da luta será diferente em relação ao primeiro encontro. Pelo menos é o que garante Rafael Cordeiro, responsável por afiar o muay thai de Werdum nos últimos anos. Para o treinador, o gaúcho apresentou maior evolução em seu jogo, e teria condições de anular em pé Cigano, conhecido por seu boxe afiado.

“Depois do que eu vi ele fazer no último sábado [13, no UFC 188], acredito que ele pode dominar qualquer um da categoria, inclusive o Cigano. É claro que o Cigano é um grande lutador, mas o Werdum vive uma fase melhor e desenvolveu mais a técnica dele, evoluiu mais”, analisou Cordeiro, em entrevista ao site “AgFight”.

“O Werdum é um atleta que já treina comigo há oito anos e teve uma evolução incrível no jogo dele. É difícil você ver um atleta no auge com 37 anos, mas ele treina muito para isso. Hoje posso te dizer que ele virou um striker de primeira, provou isso contra o Travis Browne, contra o Mark Hunt e no último sábado, contra o Cain [Velasquez]. Ele foi muito superior ao Velasquez em pé e, hoje em dia, quando você vai enfrentar o Werdum, pode ter certeza de que ele está preparado em todas as áreas. O Fabrício é muito diferente daquele atleta que enfrentou o Cigano e está pronto para lutar em pé, se essa luta acontecer”, continuou o treinador, líder da academia King’s MMA.

No entanto, ao que tudo indica, a revanche entre Cigano e Werdum deverá demorar um pouco mais para acontecer. Segundo o presidente do UFC, Dana White, o primeiro desafiante pelo cinturão de Werdum deverá ser Andrei Arlovski ou Stipe Miocic.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments