Ronda Rousey diz que luta com Bethe Pitbull é pessoal: ‘Nunca quis bater tanto em alguém’

Campeã do UFC ainda não digeriu a polêmica declaração da desafiante referindo-se a suicídio

R. Rousey (esq.) e B. Correia (dir.) se enfrentam em agosto. Foto: Inovafoto

R. Rousey (esq.) e B. Correia (dir.) se enfrentam em agosto. Foto: Inovafoto

Ronda Rousey insiste que a luta que fará diante de Bethe Correia no UFC 190, em agosto, se tornou algo pessoal. A campeã da divisão dos galos ainda não digeriu algumas provocações feitas pela brasileira, sobretudo quando tocou em um assunto delicado do passado da norte-americana.

Veja Também

Antes de encarar Ronda, Bethe Pitbull renova contrato com UFC
Venda de ingressos para o UFC 190, no Rio, começa com preços de até R$ 12 mil
Bethe Pitbull: ‘Vou nocautear a Ronda, mostrar que ela é uma farsa’

Em maio, Bethe brincou e disse a Ronda para que “não se suicidasse” depois da luta entre as duas, sendo que a campeã perdeu seu pai desta forma quando era criança. A brasileira, então, disse que não sabia do episódio e enviou um pedido de desculpas, o que a norte-americana aparentemente não aceitou.

“Não, eu não engulo essa. Não acredito que ela saiba os fatos mais obscuros sobre a minha vida, mas não sabia de um dos acontecimentos mais significativos que já se passaram comigo. Não sei se fico mais ofendida pelo que ela disse ou pela desculpa que ela pediu. Ela nem mesmo pediu desculpas: ela só disse que era humilde o bastante para pedir perdão… Isso não é pedir desculpas. Essa luta se tornou algo extremamente pessoal para mim e nunca quis bater tanto em alguém na minha vida. Não vou acabar com a luta rapidamente – quero ter certeza de que ela se lembre de cada segundo daquele dia”, disse a campeã, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

A luta entre Ronda Rousey e Bethe Correia será a atração principal do UFC 190, no Rio de Janeiro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments