Sonnen não poupa Aldo após lesão que o tirou do UFC 189: ‘Fez tudo errado, como sempre’

Norte-americano fez críticas duras ao brasileiro, que fraturou sua costela a poucos dias de luta pelo cinturão

Sonnen (foto) gostaria de enfrentar Wand no Metamoris. Foto: Divulgação/UFC

Sonnen (foto) criticou severamente Aldo. Foto: Divulgação/UFC

A lesão na costela que tirou José Aldo do UFC 189 é o assunto quente no momento do MMA mundial. E Chael Sonnen, ex-lutador do Ultimate e famoso por suas polêmicas declarações, não poderia deixar de dar sua opinião sobre o caso. O norte-americano não deixou barato e fez duras críticas ao campeão dos penas por deixar mais uma vez uma luta de cinturão devido a uma contusão.

Veja Também

Evitado por Chad Mendes, Sonnen se vinga e publica celular do lutador na internet
José Aldo sente a costela e está fora da luta contra Conor McGregor no UFC 189
McGregor diz que já esperava desistência de Aldo: ‘Eu olhava em seus olhos e via medo’

Aldo se lesionou durante um treinamento na academia Nova União. Um sparring seu, Alcides Nunes, acertou-lhe um chute rodado em sua costela, o que causou uma fratura. Após dias de impasse, o UFC anunciou que o brasileiro foi retirado da luta que faria diante de Conor McGregor, e que Chad Mendes, seu último adversário, o substituiria.

“Eu não acho que o UFC vai ter pressa para colocar Aldo de volta no octógono. Ele é o campeão, então, por isso, eles vão ter de colocá-lo de volta. Mas ele queimou o evento cinco vezes. Eu não consigo me imaginar sair de uma luta, pelo motivo que for, e ele fez isso por cinco vezes. Se eu estivesse no comando, teria tirado seu cinturão”, disparou Sonnen, em entrevista ao site norte-americano “MMA Junkie”. “Além disso, ele é o campeão menos atrativo de todos os tempos. Os números não mentem: ele é o cara menos atrativo com o cinturão. Ele nunca ganhou um bônus de pay-per-view, porque ele nunca atingiu um número mínimo”, acrescentou.

Além disso, Sonnen afirmou que Aldo deveria escolher melhor seus parceiros de treinos, já que, para ele, faltou cautela no lance que originou a lesão. “Você precisa ter parceiros de treino em quem pode confiar. Eu poderia treinar com um cara que esqueceu seu protetor bucal que não faria diferença. Eu não iria arrancar seu dente, nunca. Acidentes acontecem e isso pode ter sido um acidente. Mas foi um chute rodado no corpo, e isso é muito difícil de controlar. É pela mesma razão que não damos cotoveladas nos treinos, já que uma cotovelada, mesmo leve, pode cortar seu oponente e fazê-lo levar pontos. Você não faz isso no parceiro de treinos, e sim deixa para o saco de pancadas. Fico confuso em ver que isso aconteceu dez dias antes de uma luta pelo título”, disse. “Conor fez tudo certo, e José fez tudo errado, como sempre faz”, concluiu.

A luta entre Chad Mendes e Conor McGregor será a atração principal do UFC 189, no dia 11 de julho, em Las Vegas (EUA). O vencedor será coroado como o campeão interino da divisão dos penas, que, futuramente, fará a unificação contra o campeão linear.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments