‘Pioneiro do MMA’, rival de Anderson Silva pede ajuda para sua 45ª luta profissional

Com dificuldades para encontrar patrocinadores, Jose "Pele" Landi-Jons, que volta aos ringues no dia 18 de julho, foi às redes sociais

Pelé (foto) foi um dos primeiros destaques da Chute Boxe. Foto: Reprodução/Twitter

Pelé (foto) foi um dos primeiros destaques da Chute Boxe. Foto: Reprodução/Twitter

Aos 41 anos de idade e prestes a completar 45 lutas profissionais no MMA, o cubano radicado no Brasil Jose “Pelé” Landi-Jons, um dos pioneiros do esporte nos anos 90, precisa da ajuda de empresários e patrocinadores para subir ao ringue em seu próximo compromisso, marcado para o dia 18 de julho, no Legacy FC 34.

Veja Também

Daniel Cormier se machuca e disputa de cinturão contra Gustafsson é adiada
Reebok ‘se antecipa’ e lança camisa de campeão para McGregor antes da hora
Overeem muda discurso e pede luta contra Junior Cigano

Em seu perfil oficial no Twitter, Pelé publicou um apelo visando angariar fundos para o duelo contra Tyler Stinson, que acontece na cidade norte-americana de Kansas City (EUA). “Preciso de patrocinadores para minha luta do dia 18 de julho”, escreveu o lutador na rede de microblogs, e aproveitou para marcar diversas marcas e academias. A campanha do lutador recebeu o apoio do líder da “King’s MMA” Rafael Cordeiro, seu ex-treinador na Chute Boxe.

Um dos pioneiros do MMA, desde os tempos em que o esporte ainda era conhecido como vale-tudo, Jose Landi-Jons teve passagens por eventos como IVC, BVF e PRIDE, quando venceu nomes como Pat Miletich e Matt Hughes (que viriam a se tornar campeões do Ultimate) e  foi uma das primeiras estrelas da histórica academia curitibana Chute Boxe, que posteriormente revelaria nomes como Wanderlei Silva, Maurício Shogun e Anderson Silva, sobre quem tem duas vitórias no muay thai.

O Spider, aliás, foi um dos desafetos históricos de Pelé. Em sua autobiografia, Anderson falou sobre a rivalidade com o ex-companheiro de treinos e acusou Landi-Jons de passar propositalmente sobre uma poça d’água com seu carro e molhá-lo enquanto ele passeava com sua filha pelas ruas de Curitiba. O relato do ex-campeão do UFC não agradou o cubano radicado no Brasil e fez com que ele respondesse publicamente, chamando o adversário de “mentiroso” e o desafiando para um acerto de contas no ringue.

Assista abaixo à primeira luta profissional de Pelé, no desafio “Chute Boxe x Capoeira”, em 1993:

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments