Cormier admite que ‘precisa’ de Jon Jones e torce por retorno do rival

Segundo atual campeão dos meio-pesados, sua carreira não estaria 'completa' sem uma revanche com o rival

Cormier (dir.) e Jones (esq.) se enfrentaram em janeiro deste ano. Foto: Josh Hedges/UFC

Cormier (dir.) e Jones (esq.) se enfrentaram em janeiro deste ano. Foto: Josh Hedges/UFC

Afastado do MMA desde o primeiro semestre deste ano, após se envolver em mais uma grande polêmica, o ex-campeão dos meio-pesados Jon Jones ganhou um torcedor e apoiador até certo ponto improvável: Daniel Cormier. Em entrevista, DC, que ocupou o posto de detentor do cinturão da categoria até 93 kg vago por Jones, disse que precisa da figura do rival e disse estar esperando ansiosamente seu retorno ao octógono.

Veja Também

Chamada do UFC 192 destaca diferença de altura entre Gustafsson e Cormier
Dillashaw critica McGregor e diz que irlandês ‘mal apareceu’ no TUF 22
Fedor deve anunciar seu destino em ‘duas ou três semanas’

“É claro que eu preciso do Jon Jones. A medida que eu seguir em frente, com essa luta em outubro e enfrentar o Alexander Gustafsson, eu preciso desse cara. Eu preciso dele para voltar e me enfrentar de novo. Para a minha jornada ser completa e para que eu me sinta completo ao deixar este esporte, eu preciso dele. E, honestamente, eu desejo tudo de melhor para que ele volte e eu possa parar de brincar com esses caras e voltar aos negócios”, disse Cormier, em entrevista coletiva em Las Vegas (EUA).

Além disso, o campeão pediu que os jornalistas parem de lembrar Alexander Gustafsson somente como o atleta que fez a luta mais dura da carreira de Jon Jones, mas não perdeu a chance de provocar seu desafiante. “Se eu fosse o Gustafsson, honestamente, eu provavelmente estaria um pouco nervoso com vocês, porque tudo que vocês falam é de quão apertada foi a luta contra o Jones. (…) Vocês só falam de uma luta que ele perdeu! Ele perdeu! Vamos parar de falar dessa luta que ele foi derrotado e vamos falar do que ele já fez de positivo. E quando vocês olham para a situação dessa forma, já sabem exatamente o que vai acontecer no dia 3 de outubro: ele vai perder para mim”, garantiu.

Aos 36 anos, Daniel Cormier possui um cartel profissional de 16 vitórias e somente uma derrota em sua carreira, justamente para Jon Jones – em janeiro deste ano. O duelo entre Cormier e Jones foi um dos mais aguardados da história da categoria peso meio-pesado no Ultimate, principalmente após a briga entre os dois durante um evento promocional meses antes do confronto.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments