UFC 191 registra menor arrecadação em bilheteria em 11 anos

Atração encabeçada por Johnson x Dodson obteve US$ 1,3 milhão, sendo a pior em eventos de pay-per-view desde o distante ano de 2004

D. Johnson (foto) venceu a luta principal do UFC 191. Foto: Josh Hedges/UFC

D. Johnson (foto) venceu a luta principal do UFC 191. Foto: Josh Hedges/UFC

Demetrious Johnson se firmou cada vez mais como campeão dominante da divisão dos moscas do UFC no último sábado (5), quando derrotou John Dodson para defender seu título pela sétima vez. Se dentro do octógono a situação é um sucesso, fora é bem diferente. O UFC 191 obteve a arrecadação mais baixa de eventos de pay-per-view em mais de uma década no Ultimate.

Veja Também

Johnson bate Dodson, defende título e iguala recorde de Aldo
Vídeo: Melhores momentos da vitória de Johnson sobre Dodson no UFC 191
Após igualar recorde, Johnson encosta em Aldo no ranking do UFC

A atração, realizada no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas (EUA), obteve US$ 1,3 milhão de sua bilheteria. O último evento numerado que registrou menos que isso foi o distante UFC 49, realizado em agosto de 2004. Encabeçado pelo terceiro confronto entre Randy Couture e Vitor Belfort, o show contou com US$ 1,2 milhão de bilheteria.

A nível de comparação, último evento realizado no ginásio foi o UFC 189, em julho, que teve Conor McGregor contra Chad Mendes no combate principal. Na ocasião, foram arrecadados US$ 7,2 milhões, com público em 16 mil pessoas – contra 10 mil no UFC 191.

Além disso, Johnson registrou recentemente a pior venda de pay-per-view nos Estados Unidos em mais de nove anos, com 115 mil pacotes comercializados no UFC 174, em junho do ano passado. Em 2015, o lutador também possui a pior marca, com 125 mil vendas no UFC 186.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments