Mayweather usou soro proibido contra Pacquiao e pode cair no doping, diz site

"SB Nation" publicou dossiê com acusações e uma declaração do pivô de um grande escândalo de doping contra o pugilista

Mayweather (foto) volta aos ringues no próximo sábado (12). Foto: Divulgação/Showtime

Mayweather (foto) volta aos ringues no próximo sábado (12). Foto: Divulgação/Showtime

O soro intravenoso usado para ajudar na reidratação dos atletas após a pesagem foi recentemente banido pelo UFC e gerou grande polêmica no MMA, mas a maior bomba no esporte envolvendo o tratamento pode acabar vindo do boxe, e ser relacionada ao maior e mais bem pago pugilista da atualidade. Isso porque Floyd Mayweather Jr. está sendo acusado de ter feito uso do soro intravenoso antes de sua “Luta do Século” contra Manny Pacquiao, em maio deste ano.

Veja Também

‘Despedida dos ringues’ de Mayweather decepciona na venda de ingressos
TJ Dillashaw defende cinturão contra Dominick Cruz em janeiro
Ronda estrelará refilmagem de clássico dos anos 80
Investigado pela justiça, Dana White finalmente ‘se rende’ a iPhone

Em um enorme dossiê sobre o uso de substâncias para melhora de performance no boxe, o jornalista Thomas Hauser, do site norte-americano “SB Nation”, alega que Mayweather teria recebido doses do soro intravenoso em sua recuperação de peso após a pesagem da luta contra Manny Pacquiao e que a agência norte-americana antidoping (USADA) tem conhecimento disso.

Ainda segundo a reportagem, o multicampeão teria uma recebido uma liberação em caráter de exceção da USADA, mas nem ele ou mesmo sua equipe entraram com o formulário de solicitação, o que caracteriza o uso como ilegal. A restrição do uso do soro intravenoso está relacionada ao fato de que ele pode ser usado como agente para mascarar o uso de outras substâncias ilegais, como esteroides anabolizantes.

O dossiê apresentado ainda traz uma forte declaração de Victor Conte, responsável pelo laboratório BALCO, envolvido em um enorme escândalo de doping no ano de 2002, que envolveu nomes importantes do esporte, como a campeã olímpica (posteriormente desqualificada) no atletismo Marion Jones, o astro do baseball Jason Giambi e o recordista de home-runs na MLB (liga de baseball norte-americana) Barry Bonds.

“Os benefícios que um atleta mantém por usar esteroides anabolizantes e alguns outros PEDs podem durar por meses. Qualquer pessoa que sabe alguma coisa sobre a forma como estes medicamentos funcionam sabe que você não executa seu melhor quando você está realmente sob efeito das drogas. Você obtém o benefício máximo depois de parar. Eu não posso te dizer o que Floyd Mayweather está ou não está fazendo. O que ele poderia estar fazendo é isso: a luta acabou. Primeiro, ele usa esses medicamentos para o reparo de tecidos. Então, ele pode ficar com eles até que ele anuncia sua próxima luta, momento no qual e ele é o único que decide quando a próxima rodada de testes começa. E quando os testes começarem, as drogas já estão fora do seu sistema”, disse Victor.

Até o momento, nem Mayweather ou mesmo algum de seus representantes se manifestou publicamente sobre as acusações. “Money” volta aos ringues no próximo sábado (12), quando enfrenta Andre Berto, em sua 49ª e possivelmente última luta profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments