Belfort acusa Weidman de doping: ‘Há algo errado com ele’

Veterano brasileiro diz que todos os lutadores fazem uso extra de testosterona, com a diferença que ele ‘não fazia nada escondido’

Belfort e Weidman se enfrentaram em maio, com vitória do norte-americano. Foto: Divulgação/UFC

Belfort e Weidman se enfrentaram em maio, com vitória do norte-americano. Foto: Divulgação/UFC

Já faz quase quatro meses que Vitor Belfort enfrentou Chris Weidman dentro do octógono. O combate, vencido pelo norte-americano ainda no primeiro round, foi cercado de provocações, especialmente por parte do campeão dos médios que acusava o desafiante de utilizar substâncias proibidas e se dopar. Mas, desta vez, os papéis se inverteram e foi Belfort que levantou a suspeita contra o antigo rival.

Veja Também

Vitor Belfort dispara contra antigos rivais Weidman e Rockhold
‘Vou acabar com ele como um garotinho’, avisa Rockhold a Weidman
Weidman alfineta Anderson: ‘As pessoas não gostam de mentirosos’

O “Fenômeno” alertou ao fato de que os níveis de testosterona de Weidman estavam bastante baixos na época da luta entre eles, o que lhe faz pensar que o norte-americano estava se utilizando de hormônios, mas parou na época da luta para não ser flagrado no doping.

“Será que ele não parou o ciclo dele? Será que não foi ele quem teve de parar o ciclo dele, porque [sua testosterona] estava baixa? Eu fazia um tratamento e paguei o preço. Mas vocês já pensaram nisso, ou não? Ninguém nunca falou nisso. Meu nível estava normal, o dele que estava baixo. Como é que um garoto com a idade dele tem a testosterona baixa?”, disse o brasileiro, segundo o blog “Na Grade do MMA”.

Belfort também afirmou que todos os lutadores de MMA faziam algum uso extra de testosterona, com a diferença de que ele era um dos poucos que falavam publicamente a respeito. “A realidade é que todo mundo estava fazendo seus ciclos, com suas testosteronas. Eu não fazia nada escondido. Vocês sabiam tudo o que eu fazia, eu fazia um tratamento. E ainda tenho deficiência [hormonal], eu estou trabalhando com suplementos, alimentação. Eu levo uma vida de sacrifício. Eu não tenho uma vida social comum, minha vida é regrada. Não vou passar o segredo meu e do meu médico, mas temos usado coisas naturais para suprir essa falta. Não era a minha que estava alta. A dele que estava baixa. Há algo errado com ele”, completou o lutador.

Tanto Belfort quanto Weidman já têm lutas marcadas no UFC. O brasileiro enfrenta Dan Henderson em São Paulo, em novembro, sendo que, no mês seguinte, Weidman defende seu cinturão mais uma vez contra Luke Rockhold.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments