Pettis não descarta enfrentar vencedor de Aldo x McGregor

Ex-campeão dos leves ainda criticou o nível técnico da divisão de pesos penas, que segundo ele teria poucos talentos

Pettis (foto) volta ao octógono em janeiro de 2016. Foto: Josh Hedges/UFC

Pettis (foto) volta ao octógono em janeiro de 2016. Foto: Josh Hedges/UFC

Em agosto de 2013, Anthony Pettis esteve muito perto de desafiar José Aldo pelo cinturão dos penas, mas acabou se lesionando e, ao invés disso, lutou e conquistou o título dos leves semanas depois. Hoje ex-campeão da categoria até 70,3 kg, Pettis parece não ter esquecido completamente o cinturão da divisão de baixo e se mostrou aberto a um eventual desafio ao vencedor da unificação entre José Aldo e Conor McGregor, marcada para dezembro no UFC 194.

Veja Também

Mayweather: ‘Deixem Nick Diaz fumar maconha e curtir sua vida’
Site revela que Belfort fez luta no UFC em 2012 mesmo após apresentar exame irregular
Faber acusa Ludwig de racismo, extorsão e preconceito contra mulheres
Jedrzejczyk alfineta Claudinha: ‘Continua falando muito’

“É apenas conversa até que aconteça.(…) O peso pena será sempre uma opção, agora quero meu cinturão de volta, é o meu objetivo principal. Estou fazendo um bom trabalho de marketing, não prejudico ninguém. Meu objetivo agora é recuperar meu cinturão, depois disso, vamos ver. As pessoas querem ver McGregor? Eu luto com McGregor. Querem ver Aldo? Eu luto com Aldo”, disse “Showtime”, em entrevista ao site alemão “GNP1”.

Além disso, Pettis também elogiou o trabalho de promoção feito por McGregor, mas afirmou que o nível técnico da divisão de penas é bem inferior ao dos leves. “Ele (McGregor) fala bem, está fazendo um grande trabalho para a categoria. Não haveria muito dinheiro nas lutas dos penas se não fosse por isso, por esse motivo que ainda quero descer de divisão. Lutar comigo daria muito dinheiro ao Aldo, mas agora com Conor McGregor falando, se vendendo, é bom para ele. Mas o peso leve é uma categoria totalmente diferente, não é igual ao peso pena, que tirando o Aldo, não tem muito talento. Tem Frankie Edgar, Chad Mendes, mas os leves são a divisão mais repleta de talentos do UFC. É uma história diferente, é uma loucura o Conor dizer que vai chegar lá e bater todo mundo. Ele só venceu o Chad Mendes do top 5”, disparou.

Enquanto ainda está no peso leve, Anthony Pettis tem um desafio e tanto pela frente na divisão até 70,3 kg. No dia 17 de janeiro de 2016, em Boston (EUA), “Showtime” volta ao octógono após perder seu cinturão para o brasileiro Rafael dos Anjos em março. O adversário de Pettis em seu retorno será o ex-campeão do Bellator Eddie Alvarez.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments