Aldo negocia com Venum, Reebok e outros patrocinadores

Técnico Dedé Pederneiras falou sobre as negociações, mas não quis revelar qual a terceira marca que pode assinar com o campeão

Contrato de Aldo com a Venum (foto) está prestes a acabar. Foto: Josh Hedges/UFC

Contrato de Aldo com a Venum (foto) está prestes a acabar. Foto: Josh Hedges/UFC

Recentemente, o campeão do UFC José Aldo veio a público reclamar do contrato da organização que impôs exclusividade no fornecimento de material esportivo e limitou a presença dos patrocinadores pessoais no octógono. Porém, Aldo agora negocia com a Reebok, parceira do Ultimate, além de sua atual patrocinadora Venum, cujo contrato está prestes a expirar, e outras marcas.

Veja Também

José Aldo: ‘Após o UFC 194 não precisarei mais falar sobre McGregor’
Vídeo: Ronda Rousey treina fantasiada de Pokémon
Cordeiro enaltece pupilo Dos Anjos: ‘Provou que é ‘o cara’ dos leves”
Brasileiro diz que pode ser próximo adversário de Fedor

“Na verdade, nós ainda estamos sob contrato com a Venum. Mas, estamos negociando com a Reebok? Sim, desde que assinaram com o UFC. Não só eles, mas também uma terceira marca. Nós vamos nos sentar, conversar com todo mundo e ver o que é melhor para o Aldo”, disse o técnico do brasileiro, Dedé Pederneiras, em entrevista ao site “MMA Fighting”.

Apesar do brasileiro ter declarado que perderia dinheiro com o contrato entre UFC e Reebok, Pederneiras revelou que isso acabou não acontecendo, e que o campeão manteve seus patrocinadores. “Honestamente, não mudou nada para o Aldo. Ele acabou perdendo os patrocinadores que pagam para aparecer nas noites de lutas, mas entre os que pagam mensalmente ao longo do ano ninguém saiu”, afirmou.

José Aldo pisará no octógono pela primeira vez desde que o Ultimate iniciou a exclusividade nos uniformes com a Reebok no próximo dia 12 de dezembro. Na data, o brasileiro enfrentará Conor McGregor na luta principal do UFC 194, em Las Vegas (EUA). O aguardado duelo será válido pela unificação dos cinturões interino e linear da categoria peso pena.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments