Sonnen garante que se manterá aposentado do MMA

Norte-americano, que está legalmente suspenso até meados do ano que vem, admitiu que ainda 'fantasia' com as lutas, mas garante que não voltará a competir

C. Sonnen (foto) não luta profissional desde novembro de 2013. Foto: Reprodução

C. Sonnen (foto) não luta profissional desde novembro de 2013. Foto: Reprodução

Chael Sonnen, uma das figuras mais controversas e atrativas do UFC nos últimos anos, descartou qualquer possibilidade de deixar a aposentadoria e retornar às lutas de MMA futuramente.

Veja Também

‘Defesa de Anderson foi boba e ridícula’, analisa Chael Sonnen
Sonnen não poupa Aldo após lesão que o tirou do UFC 189: ‘Fez tudo errado, como sempre’
Sonnen diz que ele e o UFC foram ameaçados de processo por José Aldo

O norte-americano, flagrado com diversas substancias anabolizantes proibidas no ano passado, está suspenso das lutas até meados do ano que vem. Mesmo que tenha anunciado sua aposentadoria neste período, muito se especulou que ele, na verdade, retornaria à ativa assim que estivesse legalmente liberado para isso. No entanto, este parece não ser o caso, apesar de admitir que ainda se vê lutando em seu imaginário.

“Eu não vou voltar. Eu não vou colocar meu pé na água. Não sei como posso deixar isso mais claro. Se eu tenho vontade? Cara, eu nunca perdi a vontade, na verdade. Quando vou para cama à noite, eu ainda fantasio sobre isso. Mas eu fantasio sobre várias coisas. Mas eu não vou voltar”, disse Sonnen, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

A última luta de Sonnen foi em novembro de 2013, no UFC 167, quando perdeu para Rashad Evans. Depois disso, ele lutaria contra Wanderlei Silva no UFC 175, em julho do ano passado, mas foi flagrado no antidoping. Ao longo de sua carreira, o norte-americano enfrentou nomes como Anderson Silva (duas vezes), Jon Jones e Maurício Shogun.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments