'Sei que posso ser o melhor', acredita Gustafsson | SUPER LUTAS

‘Sei que posso ser o melhor’, acredita Gustafsson

Sueco, que chegou a cogitar se aposentar depois de derrota em janeiro, afirmou que lutará por vários anos após perder combate por cinturão

A. Gustafsson ficou inconsolável após o revés em Estocolmo. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Gustafsson garantiu que seguirá lutando. Foto: Josh Hedges/UFC

Por duas vezes Alexander Gustafsson chegou perto de conquistar o cinturão dos meio-pesados do UFC. Em 2013, fez luta parelha com o então campeão, Jon Jones, mas acabou derrotado na decisão dos juízes; já no início deste mês, enfrentou Daniel Cormier e novamente incomodou o campeão, mas mais uma vez acabou no “quase”. Porém, o sueco se nega a desistir.

Veja Também

Gustafsson, que recentemente cogitou se aposentar depois de sofrer uma derrota no octógono, desta vez afirmou que se vê comprometido com o esporte por vários anos. “Eu vou continuar enquanto sei que tenho o potencial para ser o melhor. Se chegar o dia em que eu sinta que não consigo ir além disso, eu paro. Mas há muito mais a alcançar. Sei que posso melhorar. Sei que tenho o potencial para bater ‘DC’, sei que posso bater Jon Jones”, disse o lutador, em entrevista ao site sueco “Allehanda”.

Gustafsson ainda não sabe exatamente quando e como voltará a lutar, mas afirmou que já vem conversando com o UFC a respeito. “Vamos ver como vai ser o futuro. Falei com Dana White e Lorenzo Fertitta e eles me disseram que têm ‘grandes planos’ para mim. Vamos ver o que eles têm a me oferecer. Tenho 28 anos e me vejo envolvido com esse esporte por mais alguns anos”, completou o sueco.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments