McGregor canta vitória antes da hora: ‘Já derrotei o Aldo, ele está morto’

Irlandês diz que brasileiro "correu" do duelo entre eles em julho e que pode ver que o rival já está entregue por sua linguagem corporal

Conor (foto) finalmente ficará frente a frente com Aldo em dezembro. Foto: Divulgação

Conor (foto) finalmente ficará frente a frente com Aldo em dezembro. Foto: Divulgação

Veja Também

Vídeo: Fã de Maldonado, Matheus Nicolau fala sobre expectativa para o UFC SP
Vídeo: McGregor treina para Aldo com gigante de ‘Game of Thrones’
Ronda revela seu encontro ideal e condena uso de lubrificantes no sexo
Treinador de Ronda pede falência nos Estados Unidos

Com uma confiança aparentemente inabalável, o irlandês Conor McGregor acredita que é só uma questão de tempo até que ele seja o novo dono do cinturão definitivo da categoria de pesos penas. Em entrevista, Conor voltou a atacar seu rival José Aldo e não perdeu a chance de tentar desestabilizar o brasileiro psicologicamente para o choque entre eles no UFC 194.

“Do que você está falando? Eu já o derrotei. Ele está morto. Olhe sua linguagem corporal. Seu corpo está fraco, e sua mente está mais fraca ainda. Eu posso sentir a falta de confiança. Se a mente não está comprometida, o corpo não vai estar. Ele não pode me vencer. Ele sabe disso. É por isso que ele correu da última vez… Posso ouvir em sua voz, posso ver em seus olhos. Sei quando um homem está derrotado, e ele está derrotado mentalmente. Eu ainda não acho que ele vai aparecer. Eu estou tentando ser otimista, mas eu nunca erro, sempre prevejo o resultado das minhas lutas e nunca erro”, disse McGregor, ao site da revista “GQ”.

Após anos de rivalidade, José Aldo e Conor McGregor finalmente ficam frente a frente no octógono no dia 12 de dezembro, na luta principal do UFC 194. O duelo entre o brasileiro e o irlandês, marcado para a MGM Grand Garden Arena em Las Vegas (EUA), marcará a unificação dos títulos interino e linear da divisão até 66 kg do Ultimate.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments