Wanderlei defende Aldo e promete tapa em ‘vagabundo’ McGregor

Veterano brasileiro não gostou de brincadeira de irlandês, que disse que ‘daria uma surra em Jesus’: ‘Isso não se faz’, diz

Wanderlei soltou o verbo contra McGregor. Foto: Reprodução

Wanderlei soltou o verbo contra McGregor. Foto: Reprodução

Um dos lutadores brasileiros mais vitoriosos na história do MMA, Wanderlei Silva soltou o verbo contra Conor McGregor após a vitória do irlandês diante de José Aldo na atração principal do UFC 194, no último sábado (12), em Las Vegas (EUA).

Veja Também

Vídeo: McGregor tem nocaute idêntico ao de Aldo no início da carreira
McGregor previu exatamente como nocautearia Aldo dias antes da luta
Além do título, McGregor fatura cheque gordo por nocaute sobre Aldo

O veterano brasileiro, ex-campeão da extinta organização PRIDE, não engoliu a declaração de McGregor semanas antes do combate, quando afirmou que “daria uma surra em Jesus” em um hipotético duelo. “Todo mundo viu que foi um acidente, sorte desse imbecil. E na hora que eu encontrar esse cara, pelo que ele falou de Jesus, vou meter um tapa na cara desse filho da p***, porque isso não se faz. Com o nosso Deus, não se brinca. Quando a gente se encontrar, levanta a mão porque você vai levar um tapa na cara, seu safado, seu vagabundo”, esbravejou Wand, em vídeo que publicou em sua página no Facebook.

Wanderlei também mostrou seu suporte a Aldo, derrotado pelo irlandês em apenas 13 segundos, lembrando que ele próprio já sofreu diversos reveses em sua carreira. “Venho aqui deixar a minha solidariedade ao nosso maior campeão, o José Aldo. Você continua sendo o nosso grande campeão. Gosto de você, sei da sua competência e sei que você também sabe. Isso já aconteceu comigo, já passei pelo momento que você está passando agora. Dói porque o guerreiro se dói com a derrota. Sei que você vai passar por isso e vai mostrar que você sendo o melhor lutador do mundo”, acrescentou.

Hoje com 39 anos, Wanderlei se aposentou do MMA com 35 vitórias e 12 derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments