Fedor retorna ao MMA com vitória rápida no ‘Novo PRIDE’

Russo levou pouco mais de três minutos para despachar Jaideep Singh no Rizin 2, em Saitama, no Japão

F. Emelianenko (foto) voltou com vitória ao MMA. Foto: Strikeforce/Divulgação

F. Emelianenko (foto) voltou com vitória ao MMA. Foto: Strikeforce/Divulgação

Veja Também

Aoki massacra Sakuraba no primeiro dia do Rizin
Briga encenada entre ‘gordinhos’ ofusca retorno de Fedor na pesagem do Rizin
Sócio do UFC celebra lucro bilionário em 2015

Considerado um dos maiores lutadores de todos os tempos, Fedor Emelianenko retornou ao MMA com vitória tranquila nesta quinta-feira (31). No Rizin 2, evento realizado em Saitama, no Japão, o russo não teve grandes dificuldades para despachar Jaideep Singh por nocaute técnico ainda no primeiro round.

Aos 39 anos de idade e aposentado há mais de três, o “Último Imperador”, como é conhecido, levou pouco tempo para clinchar e derrubar o kickboxer Singh. Já no chão, Emelianenko precisou apenas encontrar a posição certa para começar a golpear, o que lhe rendeu um nocaute técnico em pouco mais de três minutos.

Assim, Fedor conquista sua 35ª vitória no MMA profissional, contra apenas quatro derrotas. Na década passada, o russo comandou a divisão dos pesados com o título do extinto evento PRIDE, inclusive derrotando nomes como Rodrigo Minotauro, Mirko Cro Cop e Mark Coleman.

Filho de Rickson, Kron Gracie finaliza

O evento japonês também marcou a vitória de Kron Gracie por finalização diante de Asen Yamamoto. Filho do lendário Rickson Gracie, Kron chegou a esboçar uma troca em pé, inclusive aplicando bons golpes no japonês. No entanto, foi no chão em que o brasileiro mostrou maiores ameaças ao jogo do oponente: primeiro numa tentativa de chave de braço, bem defendida por Yamamoto; em seguida, Gracie quedou e emendou com um triângulo, o que acabou com a luta em pouco menos de cinco minutos.

Foi a segunda luta de Kron no MMA profissional, com sua segunda vitória por finalização. Já Yamamoto, sobrinho do lutador do UFC Kid Yamamoto, fez sua estreia nos ringues com derrota.

Gabi Garcia estreia no MMA com vitória no sufoco

Nome de destaque no jiu-jitsu feminino, Gabi Garcia venceu em sua estreia no MMA profissional. No entanto, ela não fez grande uso de suas habilidades na luta agarrada para bater Lei’d Tapa ainda no primeiro round do combate.

A luta começou turbulenta para a brasileira, que chegou a sofrer um knockdown nos instantes iniciais de atividades. No entanto, após se recuperar, ela deu o troco, derrubou a rival com uma trocação para lá de desajeitada e finalizou o serviço com golpes no solo.

Em sua estreia no MMA, Gabi Garcia teve em seu córner ninguém menos que Rafael Cordeiro, treinador de nomes como Fabrício Werdum e Rafael dos Anjos, respectivamente campeões dos pesados e leves do UFC.

Atleta do Bellator leva torneio

King Mo, lutador do Bellator, sagrou-se campeão do torneio de pesados, iniciado na última terça-feira (29). No evento desta quinta, o norte-americano venceu dois combates para selar a conquista.

Primeiro, Mo bateu Teoforas Aukstuolis na decisão dos juízes, em combate realizado ainda no início do card do Rizin 2. Poucas horas depois, voltou ao ringue para aplicar um duro nocaute sobre Jiri Prochazka, que vinha de vitória sobre Vadim Nemkov.

Sobre o Rizin 

Liderado por Nobuyuki Sakakibara, o Rizin é uma tentativa de reerguer o MMA japonês, que era muito forte até a década passada. Sakakibara era presidente do PRIDE, organização que foi a grande competição de MMA entre 1997 e 2007, inclusive maior que o UFC. Foi no PRIDE que surgiram nomes como Rodrigo Minotauro, Wanderlei Silva, Maurício Shogun, Dan Henderson, entre outros.

Justamente por isso, o Rizin é conhecido pelos fãs como “Novo PRIDE”, já que os conceitos utilizados na nova organização são semelhantes ao visto no passado – como, por exemplo, o fato de as lutas serem realizadas em ringues, e não em jaulas como acontece no UFC.

Resultados completos do Rizin 2:

King Mo derrotou Jiri Prochazka por nocaute no R1

Fedor Emelianenko derrotou Jaideep Singh por nocaute técnico no R1

Kron Gracie derrotou Asen Yamamoto por finalização no R1

Andy Souwer derrotoy Yuchiro Nagashima por nocaute técnico no R1 (luta de kickboxing)

Kaido Hoovelson derrotou Peter Aerts na decisão unânime dos juízes

Bob Sapp derrotou Akebono Taro por interrupção médica no R2 (luta de kickboxing)

Gabi Garcia derrotou Lei’d Tapa por nocaute técnico no R1

Soo Chul Kim derrotou Maike Linhares na decisão unânime dos juízes

Brendan Ward derrotou Ken Hasegawa por finalização no R2

Jiri Prochazka derrotou Vadim Nemkov por interrupção médica no R1

King Mo derrotou Teodoras Aukstuolis na decisão unânime dos juízes

Rena Kubota derrotou Jleana Valentino por finalização no R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments