Faber volta a atacar Dillashaw e acusa ex-colega de doping

Líder da Team Alpha Male ainda disse que batia o ex-campeão nos treinos diariamente

TJ (esq.) e Faber (dir.): de amigos a rivais em pouco tempo. Foto: Divulgação

TJ (esq.) e Faber (dir.): de amigos a rivais em pouco tempo. Foto: Divulgação

O clima entre Urijah Faber e TJ Dillashaw ficou realmente quente desde a saída do ex-campeão dos galos do UFC da equipe Team Alpha Male, liderada pelo “California Kid” e onde treinavam juntos. Durante aparição na TV norte-americano junto de Dominick Cruz, seu adversário pelo título no UFC 199, Faber encontrou tempo para provocar Dillashaw e chegou a acusá-lo de fazer uso de substâncias ilegais ao longo de sua carreira.

Veja Também

Nos braços da torcida croata, Cigano domina Rothwell e volta a vencer no UFC
Vídeo: Assista aos melhores momentos da vitória de Cigano sobre Rothwell na Croácia
Cormier quer luta contra Jon Jones antes do UFC Nova York: ‘Está muito distante’

Tudo começou com algumas provocações de Cruz, que disse que Faber evitava enfrentar os melhores atletas e escolhia suas lutas, citando o fato dele jamais ter encarado Dillashaw apesar da animosidade entre eles. “Cara, eu lutei com o TJ Dillashaw por oito anos todos os dias. Eu matava o TJ Dillashaw (nos treinos). Ele está parecendo um pirralho, um adolescente agora que a USADA (agência que controla o novo e mais rigoroso programa antidoping do UFC) apareceu e você parece um gordinho… E essa é ferida que vou tocar”, respondeu Faber.

Cruz, rapidamente, quis se certificar de que o rival estava mesmo dizendo que o ex-campeão fazia uso de substâncias dopantes e recebeu a confirmação de Faber. “Eu não sei se ele estava usando ou não. É que é bastante óbvio”, disse o líder da Team Alpha Male. Diante da ratificação de Urijah, Dominick não perdeu tempo e disse que ele estava fazendo acusações sem provas.

Atualmente, o campeão dos galos Dominick Cruz é o elo que une os rivais Urijah Faber e TJ Dillashaw. Cruz bateu TJ para reconquistar o cinturão da divisão até 61,2 kg no último mês de janeiro e agora defenderá o título no próximo dia 4 de junho, em Los Angeles (EUA), diante de Faber, na luta co-principal do UFC 199.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments