Ex-TUF, Pezão atropela ‘escolhido’ de Jon Jones no card preliminar do UFC 197

Demais representantes tupiniquins, Juthai e Glaico França acabaram derrotados

Pezão (esq.) foi o único brasileiro a vencer no card preliminar. Foto: Josh Hedges/UFC

Pezão (esq.) foi o único brasileiro a vencer no card preliminar. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

UFC 197 – Jon Jones x Ovince St. Preux – Resultados
Aldo e Dos Anjos alfinetam McGregor por saída do UFC 200
‘Não sei se serei lembrada como uma das maiores’, lamenta Ronda
McGregor perdeu R$ 35 milhões por ser cortado do UFC 200

Clint Hester foi um dos queridinhos de Jon Jones quando o ex-campeão treinou o The Ultimate Fighter nos Estados Unidos. Primeira escolha de Jones, mas eliminado prematuramente no programa, Hester voltou a “decepcionar” seu mentor e foi simplesmente atropelado por outro veterano do TUF, o brasileiro Marcos Pezão, que participou da terceira temporada do reality no Brasil, e acabou sendo o único atleta tupiniquim a vencer nas lutas que abriram a noite.

Em uma atuação praticamente irretocável, Pezão abriu caminho para o triunfo com poderosos golpes diretos, que abalaram Hester e fizeram com que o brasileiro, após um knockdown, conseguisse a posição de vantagem no solo. Por cima no chão, o paulista desferiu uma verdadeira saraivada de socos pra cima do norte-americano e abriu caminho para finalizá-lo com um katagatame na reta final da primeira parcial.

Após a luta, Pezão, que desferiu 76 golpes e não sofreu nenhum ao longo da luta, disse que estava ansioso para mostrar sua versatilidade no octógono. “Eu não sou um kickboxer, eu sou um lutador de MMA. Já faz tempo que eu estou querendo mostrar para o UFC que eu sou um lutador completo. Eu dedico essa vitória a todos os meus amigos, técnicos e fãs”, afirmou.

Campeão do TUF Brasil, Glaico é derrotado

Em sua primeira luta desde o título do TUF Brasil 4, Glaico França acabou conhecendo sua primeira derrota no octógono. O brasileiro sucumbiu diante do invicto norte-americano James Vick, que venceu em decisão unânime dos jurados.

O brasileiro começou bem o combate e até levou vantagem no primeiro assalto, mas um dedo no olho não percebido pelo árbitro parece que desestabilizou o catarinense, que não foi mais o mesmo nas duas últimas parciais. Sem conseguir quedar Vick e sofrendo com a superioridade do rival na luta em pé, Glaico acabou derrotado em decisão unânime.

Juthai é superada por ex-campeão Esparza

A participação brasileira no card preliminar do UFC 197 também foi encerrada com um revés, desta vez da mineira Juliana Lima, a Juthai. A peso palha foi dominada pela ex-campeã da categoria Carla Esparza e derrotada em decisão unânime dos juízes após três rounds.

Juthai até conseguiu alguns bons golpes na rival, principalmente algumas pedalas no rosto quando estava com as costas no chão, mas o jogo de quedas e muita pressão de Esparza acabou minando as chances da brasileira, que perdeu intensidade ao longo do combate e terminou por baixo.

Agora, Carla Esparza se recupera da perda do cinturão peso palha e volta a vencer após mais de um ano. Já Juthai interrompe uma sequência de duas vitórias seguidas no octógono.

Confira abaixo os resultados do card preliminar do UFC 197:

Sergio Pettis (57,1 kg) x Chris Kelades;

Danny Roberts (77,3 kg) x Dominique Steele;

Carla Esparza derrotou Ju Thai em decisão unânime dos jurados (30×27, 30×27 e 30×27);

James Vick derrotou Glaico França em decisão unânime dos jurados (29×28, 29×28 e 30×27);

Walt Harris nocauteou (socos) Cody East aos 4m18 do R1;

Marcos Pezão finalizou Clint Hester com um katagatame aos 4m35s do R1

Kevin Lee derrotou Efrain Escudero em decisão unânime dos jurados (29×28, 29×28 e 29×28)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments