Câmera flagra críticas de córner a performance de Jones no UFC 197

Treinador principal do campeão interino, Greg Jackson diz que seu atleta estava ‘travado’ e ‘cansado’ em luta contra Ovince St. Preux

Jackson é o treinador principal de Jones. Foto: Divulgação

Jackson é o treinador principal de Jones. Foto: Divulgação

O público no geral não mostrou grande satisfação com a performance de Jon Jones na luta principal do UFC 197, no último sábado (23). Mesmo que o norte-americano tenha dominado completamente Ovince St. Preux e vencido na decisão dos juízes, sua atuação acabou sendo alvo de críticas – e parece que a própria equipe e Jones concorda com as análises.

Veja Também

Em volta discreta, Jon Jones bate St. Preux e fatura cinturão interino no UFC 197
Cormier analisa atuação de Jones no UFC 197: ‘Sem chance de me vencer’
Jones reascende rixa e mostra ‘dedo do meio’ para Cormier na saída do octógono

Durante o evento, o UFC posicionou câmeras no córner dos lutadores, e o que se viu foi Greg Jackson, principal treinador de Jones, mostrar leve insatisfação com o desempenho de seu pupilo no octógono.

Nos dois primeiros rounds, Jackson comentava com os demais treinadores que Jones estava relaxado demais. “Ele parece um pouco disperso essa noite. Nós não podemos jogar esse jogo. Jogue mais, Jon!”, disse.

Pouco depois, no intervalo, Jackson instruiu o atleta: “Vamos encontrar as brechas. Você precisa se soltar um pouco, porque está tudo travado”, aconselhou. Sem ver resultados no terceiro round, o treinador insistiu: “Você precisa relaxar. Você está ganhando a luta, mas precisa se abrir um pouco mais. Acredite. Eu te garanto que o seu gás está aí. Apenas acredite”, disse.

No último round, Jackson alertou a Jones que St. Preux poderia partir com tudo para tentar roubar a vitória. “Esse é o momento mais perigoso da luta. Quero que você o quede. Vamos quedá-lo”, gritou.

Porém, após a luta acabar, Jackson criticou o rendimento de Jones. “Ficar levantando peso é um problema. Ele cansa. Eu só queria dizer ‘eu avisei’”, completou o treinador.

Apesar da insatisfação, Jones anotou sua 22ª vitória no MMA profissional, contra somente uma derrota. Agora como campeão interino da categoria, o atleta deverá unificar o título dos meio-pesados contra Daniel Cormier ainda neste ano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments