Wand se assusta com atropelamento: ‘Poderia ter morrido’

Lenda do MMA diz que motorista que o atingiu não parou para prestar socorro e clama por melhora nas condições dos ciclistas

Wand (foto) passou por um grande susto em Curitiba. Foto: Josh Hedges/UFC

Wand (foto) passou por um grande susto em Curitiba. Foto: Josh Hedges/UFC

Considerado um dos maiores nomes brasileiros da história do MMA, Wanderlei Silva passou por um grande susto na última quarta-feira (11). Quando voltava de um treino em Curitiba (PR), o lutador foi atropelado enquanto estava de bicicleta e sofreu algumas lesões, o que o obrigará a passar por cirurgias.

Veja Também

Wanderlei Silva é atropelado e passa por cirurgia
Wand x Fedor? Brasileiro atiça fãs com pôster
Médico ‘entrega’ que Wand voltará a lutar no Novo PRIDE

O atleta quebrou o silêncio e se manifestou publicamente sobre o assunto, dando um pouco mais de detalhes do ocorrido. Mesmo garantindo estar bem, Wanderlei afirmou que o acidente poderia ter lhe trazido consequências fatais.

“Tudo o que faço eu sou extremo, 100%. Todos me diziam que andar de bicicleta era perigoso e eu acreditei que o direito de ir e vir era igual para todos, seja carros, pedestres e bicicletas. Mas senti na pele que não é bem assim. Sofri um grave acidente e terei que operar meu ombro em meu joelho esquerdo. Um cara que viu disse que eu nasci de novo, e o cara que me atropelou não parou para me ajudar! Estou muito triste, pois poderia ter morrido. Meu capacete chegou a quebrar. Se eu estivesse sem, não ei o que poderia ter acontecido. Aí pensei em quantos ciclistas morrem todos os dias e ninguém fala nada”, escreveu o brasileiro, em sua conta no Instagram.

Por isso, Wanderlei afirmou que passará a lutar mais pelos direitos dos ciclistas futuramente. “Isso aconteceu em Curitiba, ‘cidade modelo’. Temos que melhorar muito a condição dada aos ciclistas, pois a bicicleta é um veículo como qualquer outro e merece os mesmos direitos. Estou muito triste com o que aconteceu, mas vou lutar para que nós ciclistas possamos ter os mesmos direitos de todos”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments