Lenda Muhammad Ali morre aos 74 anos

Campeão olímpico e tricampeão mundial de boxe faleceu após luta de 32 anos contra o Mal Parkinson

Muhammad Ali

Ali (foto) é considerado um dos maiores pugilistas de todos os tempos

O boxe está de luto. Morreu neste sábado (04), aos 74 anos, a lenda Muhammad Ali. O pugilista lutava contra o Mal de Parkinson desde 1984 e sucumbiu a doença nesta madrugada em um hospital de Phoenix.

Veja Também

Médicos avisam que vida de Ali está ‘próxima do fim’, diz jornal
Pugilista olímpico elogia boxe de McGregor: ‘Lutador de ponta’
Rumores se intensificam na imprensa dos EUA e McGregor x Mayweather ganha ‘nova data’

“Depois de uma batalha de 32 anos contra a doença de Parkinson, Muhammad Ali faleceu com a idade de 74 anos. O tricampeão mundial dos pesos-pesados morreu esta noite. A família gostaria de agradecer a todos por seus pensamentos, orações e apoio, e pede privacidade neste momento”, informou o porta-voz do lutador Bob Gunnell.

Nascido em Louisville, no estado de Kentucky (EUA), em 1942, Cassius Marcellus Clay Jr se tornou Muhammad Ali ao se converter ao islamismo em 1964.

Ali foi campeão olímpico, protagonista da a primeira ‘Luta do Século’ contra Joe Frazier, foi o primeiro tricampeão mundial dos pesados e dominou o boxe em um dos períodos mais competitivos do esporte.

Conhecido pelo “queixo de aço” Muhammad Ali fez mais de 62 lutas profissionais e nunca foi nocauteado. Ele venceu 57, sendo 37 por nocaute, e foi derrotado cinco vezes. Além da resistência dentro do ringue, o pugilista mostrou que fora da área de lutas tinha a mesma postura.

Ali se recusou a servir o exército dos EUA na Guerra do Vietnã e perdeu seu título por três anos. Após longa batalha jurídica recuperou o direito de lutar e voltou aos ringues em 1970.

No ano seguinte fez a ‘Luta do Século’contra Joe Frazier no duelo de invictos e perdeu por pontos. Mas em 1974 ele ganhou nova chance pelo cinturão e bateu George Foreman na ‘Rumble in the Jungle’ (Briga na Selva), no Zaire. Ele subiu no ringue como azarão, mas conseguiu a vitória de maneira senascional.

Sem a agilidade do auge da carreira, Ali mostrou toda sua resistência. Ele se encostou nas cordas e permitiu que o rival o castigasse por vários assaltos até que Foreman cansasse. Só no oitavo round ele partiu para o ataque e venceu a luta

Relembre os 10 maiores nocautes da carreira de Muhammad Ali

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments