Jones reclama de escolha de árbitro para luta com Cormier no UFC 200

Campeão interino admite que preferiria qualquer nome em vez do veterano John McCarthy para dividir o octógono em julho

Jones (foto) tentará recuperar o cinturão no UFC 200. Foto: Divulgação/UFC

Jones (foto) tentará recuperar o cinturão no UFC 200. Foto: Divulgação/UFC

Para derrotar Daniel Cormier e retomar o cinturão dos meio-pesados no UFC 200, Jon Jones está atento aos mínimos detalhes. O campeão interino da categoria inclusive reclamou da escolha da Comissão Atlética de Nevada, que nomeou o veterano John McCarthy para intermediar o combate de dentro do octógono.

Veja Também

Las Vegas aprova pesagem antecipada para eventos do UFC
Técnico de Jones comenta luta com Cormier: ‘Será mais fácil’
Mayweather se mostra interessado em empresariar Jones
Jones cutuca Cormier: ‘Falha diante da grandeza’

Em entrevista coletiva concedida na última terça-feira (28), Jones declarou ter ficado insatisfeito com a escolha por “Big John”, com quem diz não ter uma conexão agradável. McCarthy foi árbitro de três de suas lutas no UFC, contra Lyoto Machida, Vitor Belfort e Alexander Gustafsson.

“Eu preferiria qualquer outro árbitro em vez dele. É uma mistura de várias coisas que aconteceram ao longo dos anos. É uma questão de energia: não sinto que temos a melhor energia. E não acho que preciso de isso contra mim quando já estarei lutando contra um grande lutador como DC. Essa é a minha vida, minha história, meu legado. Se eu fosse ele, eu não queria fazer parte disso, entende? Se ele não é bem vindo, por que ele iria querer fazer parte da grande noite de uma pessoa que não o quer lá?”, disse o lutador, em trecho reproduzido pelo site norte-americano “MMA Fighting”.

Com McCarthy de árbitro, Jones e Cormier fazem a luta principal do UFC 200, no dia 9 de julho, em Las Vegas (EUA).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments