Polícia prende suspeitos de matar ex-lutador do UFC Ryan Jimmo

Anthony Getschel, 23 anos, e Jordan Wagner, de 21, estão presos acusados de jogarem umaa picape contra o lutador após uma discussão

Polícia do Canadá prendeu os suspeitos de materem J. Jimmo (foto).

Polícia do Canadá prendeu os suspeitos de materem J. Jimmo (foto).

A polícia de Edmonton, no Canadá, prendeu dois suspeitos de atropelar intencionalmente o ex-lutador do UFC Ryan Jimmo. Anthony Getschel, 23 anos, e Jordan Wagner, 21, estão detidos sob custódia e foram acusados de participação direta no crime.

Veja Também

Ex-lutador do UFC, Ryan Jimmo morre após discussão de trânsito no Canadá
Polícia encontra carro usado em atropelamento fatal de ex-UFC
Mundo do MMA reage com revolta à morte de Jimmo

De acordo com o relatório da polícia, Getschel era quem dirigia a picape que atropelou Jimmo. Ele será acusado por três crimes: assassinato em segundo grau, negligência criminosa, condução perigosa causando a morte sem prestar socorro,

Já Wagner, que estava no carona, responderá como cúmplice na ‘ajuda depois do assassinato’.

Jimmo e os suspeitos se envolveram em um bate-boca no estacionamento de um bar do último domingo. Após o bate-boca, o lutador foi em direção a seu carro, mas Getschel acelerou sua picape e jogou seu carro sobre o atleta. Ele fugiu na sequência até ser preso nesta quarta-feira.

Jimmo chegou a ser socorrido por uma ambulância, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments