‘Miesha não tem as ferramentas da Amanda’, analisa treinador

‘Conan’ Silveira, líder da ATT, confia que sua pupila conquistará o cinturão por ter mais recursos de ataque e defesa que a campeã

Amanda enfrenta Tate no UFC 200. Foto: Divulgação/UFC

Amanda enfrenta Tate no UFC 200. Foto: Divulgação/UFC

Amanda Nunes, desafiante pelo cinturão peso galo feminino, possui mais recursos técnicos que a atual campeã da categoria, Miesha Tate, e, por isso, conquistará o cinturão no próximo sábado (9), no UFC 200. Pelo menos é o que garante o treinador principal da brasileira, Marcus “Conan” Silveira.

Veja Também

Campeã do UFC, Miesha reconhece: ‘Ronda vai me odiar até o dia de sua morte’
‘Estou em minha melhor fase, e Ronda está na pior’, avalia Miesha
Miesha repreende McGregor: ‘Não pense que você é maior que o UFC’

De acordo com o líder da academia American Top Team, Amanda é mais completa que Miesha tanto por suas habilidades de ataque quanto de defesa. “Não quis tirar muito da maneira dela de ser, porque ela é muito boa no que faz. Nesse camp, a gente fez bastante coisa relacionada ao tipo de lutadora que a Miesha é. Sem desprezar de forma alguma, ela é a campeã e, independente da forma como aconteceu, tem que ter respeito. Mas acredito que a Miesha não tem as ferramentas que a Amanda tem. É o diferencial dela, tanto para a atacar quanto para defender”, analisou, em entrevista ao site do UFC no Brasil.

Por mais que Amanda seja uma lutadora de explosão, “Conan” afirmou que a atleta estará fisicamente preparada para o combate caso ele chegue aos seus rounds decisivos. “Aumentamos muitas coisas no treino dela. A luta pode acabar no primeiro, mas também pode acabar no quinto round. É preciso treinar para saber reagir e raciocinar nos cinco rounds. Logicamente, vamos procurar nocautear na oportunidade que vier, e ela tem as ferramentas para isso. A gente tem um planejamento, uma estratégia para a luta de cinco rounds”, completou.

Esta será a primeira defesa de cinturão de Miesha Tate, que se sagrou campeã em março, quando finalizou Holly Holm. Já Amanda será a terceira brasileira a lutar por um título do UFC: Bethe Correia caiu para Ronda Rousey em agosto do ano passado, e Cláudia Gadelha pega Joanna Jedrzejczyk na sexta-feira (8), véspera do UFC 200, pelo título da divisão de baixo, os palhas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments