Presidente do UFC se diz ‘extremamente decepcionado’ com doping de Jones

Apesar de perder o principal astro do UFC 200, Dana White defende política antidoping: ‘É assim que as coisas devem ser’

Dana (foto) ficou chateado com situação de Jones. Foto: Divulgação

Dana (foto) ficou chateado com situação de Jones. Foto: Divulgação

O presidente do UFC, Dana White, não escondeu sua decepção com a bombástica notícia de que Jon Jones, principal astro do UFC 200, foi flagrado em um exame antidoping e, assim, está fora do evento.

Veja Também

Jon Jones cai em exame antidoping e está fora do UFC 200
Lesnar responde acusações de doping: ‘Sou branco e musculoso, lide com isso’
Por volta no UFC 200, Lesnar estará liberado de regra antidoping

O fato veio a público na madrugada desta quinta (7), quando o próprio UFC anunciou que Jones havia falhado em um exame surpresa realizado em meados de junho, no meio de seu período de treinamentos. Visivelmente irritado com o episódio, o dirigente máximo da organização participou de uma coletiva de imprensa, na qual deu detalhes sobre o que já sabe acerca do assunto.

“Ainda não sei [o que aconteceu]. Obviamente, ele tem a chance de provar sua inocência antes de ser considerado culpado. Mas, se for verdade, é extremamente decepcionante”, lamentou White, em trecho reproduzido pelo site norte-americano “MMA Fighting”.

Mesmo tendo perdido em cima da hora a principal luta de um dos maiores eventos já realizados pelo UFC, White defendeu a política antidoping da organização com a USADA, a Agência Mundial Antidopagem. “É assim que as coisas devem ser. Temos o melhor programa antidoping de todos os esportes, e é assim que deve ser. Ainda não sei o que vai acontecer, mas Jones talvez pegue dois anos [de suspensão] por isso. Vamos ver”, explicou.

Por fim, White também se mostrou solidário a Daniel Cormier, que faria a tão sonhada revanche contra Jones pela unificação do cinturão dos meio-pesados. “Isso é uma notícia devastadora para Daniel Cormier. Não só mentalmente e fisicamente, ele acabou de passar por um período de treinos, e financeiramente, já que este pay-per-view deve ser enorme e ele teria uma fatia da quantidade de vendas. Ele está devastado”, observou.

Com a saída de Jones do UFC 200, a nova luta principal da atração será entre os pesos pesados Mark Hunt e Brock Lesnar. O evento acontece neste sábado (9), na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments