Mark Hunt exige metade do salário de Brock Lesnar após doping

Neozelandês se mostrou revoltado com doping de rival e fez duras críticas ao controle antidoping do UFC

M. Hunt (foto) abriu como favorito contra Lesnar. Foto: Josh Hedges/UFC

M. Hunt (foto) quer metade do salário de Lesnar. Foto: Josh Hedges/UFC

O doping de Brock Lesnar, flagrado em um teste surpresa 11 dias antes do UFC 200, caiu como um bomba na organização. O neozelandês Mark Hunt, que foi derrotado pelo norte-americano no show, se pronunciou assim que o resultado do exame veio a público e fez exigências ao UFC.

Veja Também

Brock Lesnar é flagrado em antidoping surpresa antes do UFC 200
Dominick Cruz projeta mudança de categoria e luta contra José Aldo: ‘Quero dois cinturões’

O peso pesado, em mensagem enviada ao site MMA Fighting, pediu metade do salário de Lesnar, o maior já pago a um lutador do UFC, ou a liberação de seu contrato junto a organização.

“Os trapaceiros levam um tapinha nas costas e saem andando. Que penalidade ou dificuldade vai ser dada a ele para que pense duas vezes? E a Comissão Atlética de Nevada, por que esses filhos da mãe deveriam receber alguma coisa? Não foram eles que enfrentaram o Lesnar e perderam para ele. Eu perdi”, escreveu Hunt.

“Eles dizem que estão limpando o esporte, mas essa é a terceira vez que eu enfrento um trapaceiro – escreveu, fazendo referência a Antonio Pezão e Frank Mir”, completou.

A exigência de Hunt sobre o salário de Lesnar não é pequena. O norte-americano recebeu iUS$ 2,5 milhões por sua aparição do UFC 200. Já Mark embolsou ‘apenas’ US$ 700 mil.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments