UFC 202: Garbrandt brilha e brasileiro perde no card preliminar | SUPER LUTAS

UFC 202: Garbrandt brilha e brasileiro perde no card preliminar

Revelação da divisão dos galos nocauteia Mizugaki em menos de um minuto; já Alberto Uda acaba finalizado por italiano

Garbrandt (foto) manteve-se invicto no MMA. Foto: Brandon Magnus/UFC

Garbrandt (foto) manteve-se invicto no MMA. Foto: Brandon Magnus/UFC

Veja Também

Considerado uma das grandes promessas do peso galo, Cody Garbrandt foi o grande destaque do card preliminar do UFC 202, evento realizado na noite deste sábado (20), em Las Vegas (EUA). O norte-americano passou por cima do veterano Takeya Mizugaki e ficou ainda mais perto de desafiar Dominick Cruz, campeão da divisão até 61 kg.

Único brasileiro a participar das primeiras lutas da noite, Alberto Uda não teve um bom resultado. O brasileiro, antigo campeão mundial de muay thai, acabou finalizado pelo estreante italiano Marvin Vettori ainda no primeiro round, o que o deixa em posição complicada no UFC.

O card preliminar do UFC 202 também teve um duelo de companheiros de equipe de Conor McGregor e Nate Diaz, que serviu como aquecimento para a luta principal da noite. Já Lorenz Larkin obteve importante vitória diante de Neil Magny para subir na categoria dos meio-médios. Confira como foram as principais lutas do card preliminar do UFC 202!

Brasileiro Uda é finalizado por estreante italiano

Uda foi finalizado por italiano. Foto: Divulgação/UFC

Uda foi finalizado por italiano. Foto: Divulgação/UFC

Na primeira luta da noite, o brasileiro Alberto Uda não viu a cor da bola contra o jovem italiano Marvin Vettori. O catarinense foi finalizado ainda no primeiro round e ficou em posição delicada dentro do UFC.

Vettori, de 22 anos, esperou poucos instantes do combate para levar Uda, campeão mundial de muay thai, ao solo. Ali, o italiano trabalhava de forma tímida no ground and pound, na espera de alguma brecha. Ela veio quando Uda tentou se desvencilhar e deu as costas para o rival. Vettori, então, aproveitou para encaixar uma guilhotina e fazer o brasileiro bater em desistência.

Foi a estreia de Vettori no UFC; já Uda sofre sua segunda derrota em duas lutas no octógono. Em sua estreia, em maio deste ano, ele acabou nocauteado por Jake Collier.

Larkin atropela Magny e vence por nocaute técnico

Larkin não deu chances a Magny. Foto: Divulgação/UFC

Larkin não deu chances a Magny. Foto: Divulgação/UFC

Lorenz Larkin obteve uma importante vitória na terceira luta da noite. Na última luta de seu atual contrato com o UFC, o norte-americano impôs um verdadeiro atropelo ao seu adversário, o ranqueado dos meio-médios Neil Magny.

Larkin ditou as ações do começo ao fim, especialmente ao abusar dos chutes na perna e no corpo. Dois pisões frontais no peito de Magny chegaram a derrubar o rival, sendo que outros golpes na coxa atrapalhavam sua movimentação. Quando Magny tentou agarrar as pernas e buscar uma queda, Larkin aplicou cotoveladas na cabeça do adversário, o que lhe deu a vitória por nocaute técnico.

Companheiro de McGrgor derrota colega de Diaz

Como aquecimento para o duelo principal da noite, Artem Lobov, colega de treinos de Conor McGregor, enfrentou Chris Avila, companheiro de academia de Nate Diaz. Mas, para quem esperava um combate explosivo devido à rivalidade entre as equipes, ficou decepcionado.

Todos os 15 minutos do duelo tiveram ações bastante mornas no octógono. Lobov tomava mais iniciativa e atacava Avila, com socos tímidos e chutes nas coxas do rival. Avila, em contrapartida, fazia pouco para contra-atacar: apostava em socos lentos, quase que todos eles no vazio.

No fim, vitória de Lobov na decisão unânime dos juízes, com um triplo 30 a 27. Foi sua primeira vitória em três lutas no UFC; já Avila estreia na principal organização de MMA do planeta com derrota.

Garbrandt atropela Mizugaki e se mantém invicto

C. Garbrandt (foto) desafiou Cruz após vitória. Foto: Jeff Bottari/UFC

C. Garbrandt (foto) desafiou Cruz após vitória. Foto: Jeff Bottari/UFC

Cody Garbrandt fechou o card preliminar do UFC 202 com estilo. A promessa norte-americana do peso galo não deu chances ao veterano Takeya Mizugaki e liquidou a fatura com menos de um minuto de atividade.

O duelo começou em ritmo intenso. Agressivo como de costume, Garbrandt partiu para cima de Mizugaki, que aceitava a troacação franca. Então, “No Love” acertou um direto de direita certeiro no japonês, derrubando o rival. Garbrandt continuou com ataques no queixo de Mizugaki até obter a vitória por nocaute técnico.

Com o resultado, Garbrandt manteve sua invencibilidade no MMA profissional. Na entrevista pós-luta, o norte-americano desafiou o campeão da categoria, Dominick Cruz, que aceitou o duelo prontamente.

Resultados do card preliminar do UFC 202:

Cody Garbrandt nocauteou Takeya Mizugaki com socos aos 48s do R1

Raquel Pennington derrotou Elizabeth Phillips na decisão unânime dos juízes (triplo 30 a 27)

Artem Lobov derrotou Chris Avila na decisão unânime dos juízes (triplo 30 a 27)

Cortney Casey finalizou Randa Markos com uma chave de braço aos 4min34s do R1

Lorenz Larkin derrotou Neil Magny por nocaute técnico (chutes e cotoveladas) aos 4min08s do R1

Colby Cogington derrotou Max Griffin por nocaute técnico (socos) aos 2min28s do R3

Marvin Vettori finalizou Alberto Uda com uma guilhotina aos 4min30s do R1


Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments