Do Bronx prevê duelo com Aldo por cinturão do UFC

Sexto colocado no ranking, Charles diz que imagina uma disputa de cinturão de brasileiro contra brasileiro

Charles (foto) imagina uma luta contra Aldo pelo cinturão da divisão dos penas. Foto: Josh Hedges/UFC

Charles (foto) imagina uma luta contra Aldo pelo cinturão da divisão dos penas. Foto: Josh Hedges/UFC

Protagonista da segunda luta mais importante do próximo sábado (27), quando vai enfrentar o ex-campeão dos leves Anthony Pettis, Charles “do Bronx” tem um objetivo na carreira: ser campeão do UFC, mesmo que para isso ele precise enfrentar outro brasileiro. Em entrevista ao site UFC Brasil, o sexto colocado no ranking da categoria dos penas acredita que pode, eventualmente, enfrentar seu compatriota José Aldo, atual campeão interino da divisão. “Desta vez, o Conor vai encontrar um José Aldo focado e o cinturão virá para o Brasil”, opina do Bronx, que completa dizendo que “em breve, será uma disputa de cinturão de brasileiro contra brasileiro”.

Veja Também

UFC Orlando: Do Bronx finaliza Jury e desafia McGregor: ‘Estou chegando’
Do Bronx deixa octógono com colete cervical e explica lesão ‘misteriosa’

Charles vem de vitória por finalização sobre Myles Jury em dezembro do ano passado, e acredita que um triunfo no duelo contra Pettis o coloque próximo de um title shot. “Dizem que o Frankie pode descer, e, caso isso aconteça e eu vença o Pettis, imagino uma revanche com o Max Holloway. Eu contra ele, e quem vencer será o desafiante”, declarou Charles. Vale lembrar que o brasileiro sofreu uma ruptura no esôfago e foi declarado derrotado por nocaute técnico no primeiro duelo contra Holloway, em agosto de 2015.

Para superar seu próximo oponente, ele aposta em seu jiu-jitsu, que já lhe rendeu 13 vitórias por finalização na carreira, mas alerta que pode surpreender. “Todo mundo sabe que meu chão é agressivo, porém mesmo nisso tenho espaço para crescer. Estou sempre tentando aprender, treinando muito muay thai. Esta luta vai surpreender muita gente”, falou Oliveira.

Com 26 anos de idade, do Bronx pode ser considerado um veterano dentro do UFC. O paulista tem 15 lutas dentro do octógono, com nove vitórias, cinco derrotas e No Contest (luta sem resultado), com direito a nove bônus pós-luta. Das nove vezes em que saiu vencedor no Ultimate, oito foram por finalização. No total, acumula em seu cartel 21 triunfos, cinco reveses e um No Contest.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments