Brasileira campeã do UFC é homenageada em evento LGBT

Amanda Nunes é a primeira campeã do Ultimate a se assumir homossexual

A. Nunes (dir) ao lado da namorada N. Ansaroff (esq), também lutadora do UFC. (Foto: Divulgação)

A. Nunes (dir) ao lado da namorada N. Ansaroff (esq), também lutadora do UFC. (Foto: Divulgação)

Veja Também

Presidente do UFC confia em Ronda Rousey x Amanda Nunes em 2016
Amanda Nunes propõe duelo entre Shevchenko e Peña: ‘Enfrento a vencedora’
Amanda Nunes troca farpas com possível desafiante ao cinturão

A brasileira Amanda Nunes, campeã peso galo do UFC, foi homenageada no último sábado (17), em premiação feita pela entidade Equality California, que promove a luta pelos direitos sociais da comunidade LGBT. Amanda, primeira campeã do Ultimate a se assumir homossexual, foi eleita  a dona do posto de Visibilidade, em virtude da brasileira apoiar e lutar pelos direitos da causa.

“Quando as pessoas descobrirem quão forte e poderoso é o amor, então este será um mundo melhor. Quero ver isso um dia. Vou fazer todo o possível para apoiar essa comunidade com uma presença positiva, compartilhando meu amor e mostrando a todos que sou feliz. Meu sonho se tornou realidade, e quero compartilhar isso com todos, e ajudar muitas pessoas a serem elas mesmas. Vou fazer tudo o que puder para tornar o mundo um lugar melhor”, discursou a brasileira, que estava acompanhada da namorada e também luta do UFC, Nina Ansaroff.

Amanda Nunes conquistou o cinturão até 61kg do Ultimate ao finalizar a ex-campeã Miesha Tate na luta principal do UFC 200, evento realizado em julho passado. Sem data para retornar ao octógono, especula-se que a estrela Ronda Rousey pode ser a próxima adversária da baiana.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments