José Aldo reconsidera aposentadoria e fala em voltar ao UFC: ‘Coisas boas virão’

Campeão interino dos penas que se revoltou e anunciou aposentadoria por não ter revanche contra McGregor parece ter mudado de opinião

Aldo ficou frustrado com decisão do UFC. Foto: Harry How/Zuffa LLC

Aldoquer reconsiderar aposentadoria. Foto: Harry How

A aposentadoria de José Aldo pode chegar ao fim pouco tempo após começar. O brasileiro, que decidiu pendurar as luvas por não ter a revanche contra Conor McGregor, parece ter mudado de opinião.

Na última quinta-feira (20) Aldo se reuniu com o presidente do UFC Dana White  após o encontro celebrou o combinado que não lutaria mais no octógono. Porém, na madrugada deste sábado (22), o campeão interino dos penas publicou em sua conta noTwitter que cogita voltar a competir.

Veja Também

Wanderlei Silva pede para José Aldo não parar de lutar
Aldo cogita voltar ao jiu-jitsu caso deixe o UFC
José Aldo garante: “Se eu não lutar no UFC, não luto em lugar nenhum”
Aldo está sendo ‘um pouco ridículo’ por pedir liberação de contrato, diz White

“Repensando na aposentadoria do MMA, conversei com minha família e vendo os pedidos dos meus Fans coisas boas virao para vocês…”, escreveu Aldo na rede de microblogs.

Aos 30 anos de idade, Aldo é o maior campeão da história da divisão de penas. Após ser nocauteado de forma surpreendente para Conor McGregor, em novembro do ano passado, ele bateu Frankie Edgar no UFC 200, combate no qual conquistou o cinturão interino da divisão até 66 kg.

Com o triunfo. Aldo esperava ter a revanche contra McGregor pela unificação do títulos. Porém, o UFC agitou a luta do irlandês contra Eddie Alvarez, pelo cinturão dos leves, em novembro, na estreia no Ultimate em Nova York.

 

 

Aldo-Twitter

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments