Demian diz que deve esperar para poder lutar pelo cinturão

Diante de possibilidade de novo duelo entre Woodley e Thompson, brasileiro conta que recebeu opção de aguardar

D. Maia quer disputar o cinturão dos meio-médios em 2017. (Foto: Getty Images)

D. Maia quer disputar o cinturão dos meio-médios em 2017. (Foto: Getty Images)

Considerado o próximo da fila para disputar o cinturão dos meio-médios do UFC, Demian Maia revelou que não deverá retornar ao octógono até que receba a oportunidade de lutar pelo título. O brasileiro se mostrou disposto a esperar pela revanche entre Tyron Woodley e Stephen Thompson para, então, desafiar o vencedor.

Veja Também

UFC 205: Woodley empata com Thompson e mantém o cinturão dos meio-médios
Woodley x Thompson 2 deve acontecer, diz Dana White
Woodley sugere duelo de campeões com McGregor

Woodley e Thompson lutaram pelo título no último sábado (12), em Nova York (EUA). No entanto, o duelo terminou empatado, o que fez com que o presidente do UFC, Dana White, garantisse imediatamente que um tira-teima entre os dois deverá ser casado em breve.

Demian recebeu a opção de esperar por sua vez ou de lutar novamente caso queira. “Falei rapidamente com Dana White, e era importante falar com ele. Disse a Dana: ‘Não se esqueça de mim. Eu estou aqui. Sou o próximo.’ Ele me disse ‘não se preocupe, ninguém vai te esquecer.’ Foi um bom sinal”, revelou o brasileiro, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”. “Dana disse que provavelmente fará a revanche, mas, ao mesmo tempo, ele disse que eu sou o próximo da fila. Dana disse que eu poderia ou esperar, ou lutar antes de ter a chance. […] Ainda preciso ver. Eu provavelmente vou esperar, mas não sei. Primeiro preciso ver se a revanche vai acontecer, quando que vai acontecer. Sei que posso vencer todos na minha categoria, mas e se eu tomar um soco, cair e perder a luta? O que vai acontecer?”, completou.

O brasileiro, de 39 anos de idade, vem de seis vitórias consecutivas, sendo três delas por finalização.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments