Comissão Atlética retira Velasquez de luta contra Werdum no UFC 207

Entidade que regula o evento não acredita que ex-campeão do UFC tenha condições físicas de lutar no UFC 207, dia 30 de dezembro

Velásquez tem luta marcada contra F. Werdum no UFC 207, dia 30 de dezembro. (Foto: Getty Images)

Velasquez está fora da luta contra  Werdum no UFC 207. (Foto: Getty Images)

A bruxa das lesões não perdoou nem mesmo a noite de Natal. No início da madrugada deste domingo (25), o peso pesado Cain Velasquez foi retirado do duelo contra o brasileiro Fabrício Werdum no UFC 207. A saída do norte-americano do card, que teve sua licença para lutar cassada, acontece apenas seis dias antes do show, que será realizado no próximo dia 30.

Com isso, Werdum também foi retirado do card e o programa de lutas do UFC 207 terá apenas 10 combates.

O motivo

Velasquez foi removido do duelo contra Werdum após ter sua licença para lutar cassada pela Comissão Atlética de Nevada (NAC), entidade que sanciona o show. A NAC vetou a participação do lutador depois de ele revelar que não conseguia ficar mais de 10 minutos em pé sem sentir dores nas costas. A organização solicitou novos exames e após analisar os resultados, vetou o duelo pelo risco a integridade física do lutador.

Veja Também

Arianny Celeste presenteia fãs do UFC vestida de ‘Mamãe Noel’
Na véspera de Natal, McGregor apronta com foto ‘seminu’
Amanda diz acreditar em torcida do UFC por Ronda Rousey
‘Conor é o melhor lutador do mundo’, diz Dana White

“Com base na ficha médica, entrevistas e o melhor julgamento do diretor Anthony Marnell, procurador geral J. Brin Gibson e nossos médicos, num esforço para proteger a saúde e segurança dos atletas, foi determinado que Cain Velasquez não está capacitado para lutar”, dizia o comunicação da NAC.

Mais cancelamentos

Esta não é a primeira vez que o combate entre Velasquez e Werdum é cancelado. Em 2014, Velasquez, campeão da categoria naquela oportunidade, sofreu uma lesão e foi substituído por Mark Hunt. Werdum venceu e conquistou o cinturão interino dos pesados.

A unificação do título aconteceu no UFC 188, em junho de 2015, na Cidade do México. O brasileiro finalizou o rival e se sagrou o único campeão dos pesados.

Na sequência, o Ultimate marcou uma revanche imediata para para fevereiro deste ano, no UFC 196. No entanto, o norte-americano voltou a se lesionar e, novamente, a luta foi cancelada.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments