Após nova derrota, Cormier busca terceira luta contra Jones

Ex-campeão diz que os dois fazem muito dinheiro juntos e, por isso, acredita que se vencer algumas lutas terá nova chance

D. Cormier (foto) quer outra luta com Jones (Foto: Reprodução Facebook UFC)

D. Cormier (foto) quer outra luta com Jones (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Pouco mais de duas semanas após a segunda derrota para o arquirrival Jon Jones, o ex-campeão meio-pesado do UFC Daniel Cormier reapareceu e, em entrevista ao programa The MMA Hour, garantiu que terá uma terceira chance de vencer seu principal inimigo. Apesar de reconhecer que é difícil uma trilogia quando um dos atletas ganhou os dois primeiros duelos, DC declarou que a rivalidade que nutre com Jones pode ajudá-lo.

Veja Também

McGregor irá ganhar mais de US$ 100 milhões contra Mayweather
Ultimate divulga pôster do UFC 215, com Amanda e Cigano em destaque
Werdum mira Derrick Lewis como próximo adversário no UFC

O UFC 214 ficou perto de 900 mil compras de pay-per-view, um número considerado tão alto quanto surpreendente. O que leva a crer que os fãs gostam da rivalidade entre Jones e Cormier. E o ex-campeão pretende explorar esse viés para ter uma terceira chance contra o único homem que o derrotou no octógono.

“Não pretendo parar de lutar. Eu amo competir mais do que tudo. É isso que me motiva. Se não estou competindo ou envolvido com competição, me sinto mal. Eu amo esse ambiente. Não só irei voltar a lutar, como acredito muito que irei enfrentar Jon Jones novamente. Claro que ainda tenho desejo de lutar, de me testar. Eu sei que ele e eu competiremos de novo antes de tudo isso acabar”, comentou Cormier, que admitiu não saber que tipo de lutas tem que fazer para conseguir outra chance contra Jones.

“Não sei exatamente que caminho vai me levar de volta a Jon Jones. Mas acho que quando eu chegar perto de uma disputa de cinturão novamente, ele será o campeão. Ninguém pode vencê-lo até 93 kg., e ninguém pode me vencer, então é só uma questão de vencer lutas suficientes para chegar lá. Além disso, eu e Jones fazemos dinheiro juntos, então isso ajudaria o UFC a fazer essa luta novamente. O apelo pela rivalidade existe”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments