Dillashaw volta a desafiar Johnson: ‘Ele precisa de mim’

Campeão peso galo do UFC argumentou que legado do dono do cinturão dos moscas depende de uma vitória sobre ele

Dillashaw é o atual campeão peso galo do UFC (Foto: Reprodução Twitter UFCEurope)

Dillashaw é o atual campeão peso galo do UFC (Foto: Reprodução Twitter UFCEurope)

Logo após reconquistar o título peso galo no UFC 217, TJ Dillashaw fez questão de desafiar Demetrious Johnson, reconhecido como o melhor lutador peso por peso do mundo e dono do cinturão peso mosca. Garantindo que não teria problemas para bater o peso da divisão de baixo, Dillashaw não teve seu desafio respondido por “Mighty Mouse” e disse que DJ depende dele para se tornar o maior lutador de todos os tempos.

Veja Também

Covington ignora críticas recebidas: ‘Nada e nem ninguém pode me parar’
Após vencer Bisping, Gastelum pede luta com Whittaker
Vídeo: Com luta marcada nos leves, Do Bronx mira retorno aos penas: ‘Objetivo é ser campeão’

Em entrevista ao site norte-americano “FloCombat”, Dillashaw voltou a desafiar Johnson e declarou que o Ultimate já lhe avisou que essa é a luta que a companhia quer casar para os próximos meses.

“Essa luta tem que acontecer. Eu quero, o UFC já avisou que quer também e ele precisa dessa luta. Demetrious Johnson precisa me vencer para provar que é o melhor lutador do mundo peso por peso e ele tem que aceitar esse desafio”, comentou TJ.

O campeão também falou sobre a vitória diante do arquirrival e ex-companheiro de treinos Cody Garbrandt. Para Dillashaw, seu antigo amigo terá dificuldades para retornar ao topo da divisão e recusou qualquer possibilidade de dar uma revanche imediata a “No Love”.

“Eu acho que expus Cody Garbrandt. Não sei se ele tem o queixo que acha que tem. Muitos têm medo do poder de suas mãos e não trocam com ele. Mas agora ele vai ter que enfrentar alguns matadores que vão testá-lo. Ele tem habilidades para voltar a uma luta de título, mas não sei se vai conseguir. Não acho que ele mereça uma revanche imediata. Ele nem defendeu o título dele. Para mim, o lutador só se torna campeão de verdade quando defende seu título. Eu perdi uma decisão dividida para Dominick Cruz, numa luta que os donos do UFC acharam que eu ganhei, e tive que vencer outras lutas para disputar o cinturão de novo”, argumentou Dillashaw.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments