Minotauro lança documentário sobre sua vida e revela lesão no olho que o afetou na carreira

Ex-campeão campeão do Pride e UFC contou que recebeu uma tesourada no olho e teve que passar por várias cirurgias

Minotauro (foto) lança documentário sobre sua vida. Foto: Wander Roberto/inovafoto

Rodrigo Minotauro realizou, na última quarta-feira (18), no Rio de Janeiro, um evento para imprensa e convidados. O peso pesado exibiu pela primeira vez o documentário sobre a sua vida, onde revela bastidores de lutas e dramas pessoais vividos pelo atleta. Na obra, ele revela uma lesão no olho direto que o assombrou desde da sua infância até a última luta como profissional.

Veja Também

Cara de Sapato estreia no top-15 após vitória no UFC Glendale
Megan Anderson afirma não conhecer a ‘verdadeira Cyborg’
Canelo Alvarez recebe seis meses de suspensão por caso de doping

Minotauro contou aos presentes que foi atingido por uma tesoura no olho direito quando ainda era criança e teve que passar por várias cirurgias, mas nunca recuperou totalmente a visão. “Fiz seis cirurgias quando criança, duas na adolescência  e duas recentes. Implantei uma lente de contato intra-ocular, se você cutucar os olhos, ele realmente se move. Imagina quantos golpes que levei e tive que tirar e colocá-lo de volta no lugar”, disse Minotauro, ao site norte-americano MMA Fighting, durante o evento.

Dois meses antes de sua última luta, Minotauro teve que passar por uma cirurgia. O brasileiro alega que isso nunca o impediu de ser aprovado pelos exames médicos padrões antes de qualquer luta. Ele fala que essa lesão foi uma das razões de ter se aposentado.

“Essa é uma das rasões pelas quais parei de lutar. Minha última luta com Stefan Struve, ele me cutucou no olho várias vezes. Se você assistir a luta,  vai perceber que eu estou tentando segurar minha única perna e ele colocando os dedos na minha cara, e isso me perturbou muito. Doía muito”.

Atualmente Rodrigo Minotauro Nogueira trabalha como executivo e embaixador no UFC aqui no Brasil e comentarista do site do canal Combate. Ele encerrou a carreira como ex-campeão do UFC e Pride entre os pesados e com um histórico de 34 vitórias, 10 derrotas e um empate

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário