UFC 224: Capoeira, Mutante e Davi Ramos brilham no card preliminar dominado por brasileiros

Com oito representantes do país no card preliminar, o Brasil deixou a área de lutas com cinco vitórias

Capoeira (foto) nocauteia Strickland de forma espetacular. Foto: Reprodução / Twitter / @ufc_brasil

O programa de lutas do UFC 224, também chamado de UFC Rio 9, começou bem para o Brasil. Nos oito combates do card preliminar, o país deixou a área de lutas com cinco vitórias. Os destaques do programa de abertura ficaram para Elizeu Capoeira, Davi Ramos e Cezar Mutante.

Capoeira nocauteou Sean Strickland com um chute espetacular; Davi finalizou Nick Hein e já mira em uma chance contra o campeão Khabib Nurmagomedov; Já Mutante apagou Karl Roberson e desafiou Paulo Borrachinha.

Mutante finaliza e desafia Borrachinha

Veja Também

UFC 224: Amanda Nunes cumpre promessa, domina Pennington e defende cinturão no Rio
VÍDEO: Assista à vitória de Amanda Nunes sobre Raquel Pennington no UFC 224
VÍDEO: Veja o nocaute de Lyoto Machida sobre Vitor Belfort
UFC 224: Lyoto aposenta Vitor Belfort com nocaute espetacular

Cezar Mutante fechou o card preliminar do UFC 224 em grande estilo. Diante de Karl Roberson, campeão mundial no kickboxing, o brasileiro não quis se arriscar na luta em pé com o norte-americano. Logo nos primeiros movimentos ele derrubou Roberson e controlou o rival no chão.

O norte-americano ainda conseguiu se levantar com ajuda da grade, mas rapidamente foi colocado de costas no chão novamente. A partir daí, Cezar passou a guarda, montou e perto do final do primeiro assalto passou para os 100kg. e encaixou o katagatame. Karl Roberson preferiu não bater e acabou dormindo.

Em uma cena de respeito com o rival desmaiado, Mutante abaixou a cabeça no clássico cumprimento dos esportes de combate. Porém, se sobrou respeito ao rival, Cezar voltou sua mira para o compatriota Paulo Borrachinha. Os lutadores trocaram provocações nos últimos meses e o campeão do TUF Brasil 1 mostrou que não esqueceu a desavença.

“Borrachinha, seu ‘pela-saco’, não esqueci de você não. Eu vou te pegar”, afirmou Mutante

Davi Ramos finaliza mais um e já mira em Khabib

Davi Ramos precisou de pouco mais de três minutos para comprovar, mais uma vez, porque é um fenômeno no jiu-jitsu.  Na luta contra o alemão Nick Hein, o brasileiro sofreu um susto no início da disputa. Ele recebeu um cruzado de esquerda e acabou caindo. Porém, ciente do perigo que o brasileiro apresentava no chão, Hein preferiu não entrar na guarda.

A oportunidade foi a chance para Davi se levantar, atacar as pernas derrubar o alemão e dar sua aula de jiu-jitsu. Ele montou, atacou a guarda e rapidamente chegou as costas para finalizar.

“Sei que é passo a passo, mas estou chegando, e sei que tenho um wrestling melhor que o Khabib… Khabib, estou indo atrás de você”, disparou o brasileiro.

Capoeira vence com chute espetacular

O combate entre Capoeira e Strickland começou estudado, com os atletas esperando o melhor momento para golpear. O brasileiro tentou trabalhar com chutes, mas o norte-americano segurou a perna e quase levou a peleja para o chão. Porém, na segunda tentativa veio em grande estilo. Elizeu encaixou um lindo chute rodado, que pegou em cheio na cabeça do rival. Strickland foi ao chão e com mais alguns socos no solo, Capoeira chegou ao nocaute técnico.

“Achei muito importante na carreira essa quinta vitória e logo vou estar entre os melhores na minha categoria (…). O pessoal da capoeira sempre me cobra muito para fazer os golpes da capoeira, e esse golpe é para vocês. Estou representando a capoeira no octógono, que é um esporte 100% brasileiro”, disse Elizeu ainda no octogóno

Miná, Thales e Albini perdem

A festa brasileira só não foi completa no card preliminar por três derrotas de atletas do país: O russo Ramazan Emeev dominou Alberto Miná durante os três assaltos e quebrou a invencibilidade do paraibano no MMA na decisão unânime dos juízes; Thales Leites fazia uma boa luta contra Jack Hermansson e esteve perto de vencer. Mas o sueco, mesmo com a costela quebrada, conseguiu superar a dor e vencer por nocaute técnico no terceiro assalto. Já Júnior Albini não conseguiu suportar o famoso ‘Ezequiel’ – estrangulamento de baixo para cima – do veterano Alexey Oleynik e acabou finalizado no primeiro assalto.

Resultados do UFC 224 Rio

Card principal

Peso galo: Amanda Nunes derrotou Raquel Pennington por nocaute técnico a 2m36s do R5

Peso médio: Kelvin Gastelum derrotou Ronaldo Jacaré na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha: Mackenzie Dern finalizou Amanda Cooper com um mata-leão a 2m27s do R1

Peso galo: John Lineker derrotou Brian Kelleher por nocaute a 3m43s R3

Peso médio: Lyoto Machida derrotou Vitor Belfort por nocaute a 1m do R2

Card preliminar

Peso médio: Cézar Mutante finalizou Karl Roberson com um katagatame a 4m45s do R1

Peso pesado: Alexey Oleynik finalizou Júnior Albini com um Ezequiel a 1m45s do R1

Peso leve: Davi Ramos finalizou Nick Hein com um mata-leão a 4m15s do R1

Peso meio-médio: Elizeu Capoeira derrotou Sean Strickland por nocaute a 3m12s R1

Peso meio-médio: Warlley Alves derrotou Sultan Aliev por nocaute técnico (interrupção médica) a 5m do R2

Peso médio: Jack Hermansson derrotou Thales Leites por nocaute técnico a 2m10s do R3

Peso meio-médio: Ramazan Emeev derrotou Alberto Miná na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio: Markus Maluko finalizou James Bochnovic com um mata-leão a 4m48s do R1

Deixe seu comentário