Mesmo com revanche com Holm a vista, Cris Cyborg quer superluta com Amanda Nunes

A brasileira afirmou que já pediu ao Ultimate o embate contra Amanda, mas devido a lesão a Leoa não aceitou o desafio

C. Cyborg tem um cartel de cinco lutas pelo UFC e está invicta. (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Todos os lutadores do UFC estão de olho em uma superluta pelo Ultimate. A campeã peso pena Cris Cyborg está focada em um duelo contra a campeã do peso galo, Amanda Nunes, mas os planos da organização é a ex-campeã, Holly Holm. Em entrevista ao programa “MMA Hour”, Cyborg Cyborg acredita que o UFC está tentando colocá-la para uma revanche com Holm.

“Depois da minha luta contra Holly Holm, pedi a Amanda. O UFC me ligou e me pediu para lutar no UFC 222, em pouco tempo. Eu perguntei se era contra a Amanda, mas eles não conseguiram para o evento. Eu disse ok, talvez eu possa lutar no UFC 222, mas eu ainda quero lutar em julho conta a Amanda. Eles me disseram: ‘tudo bem, Cris, a luta vai acontecer’”, afirmou.

Veja Também

UFC anuncia TUF 28 com pesados e divisão de Cyborg
Amanda Nunes volta atrás e descarta superluta contra Cris Cyborg

No momento, a brasileira está esperando a vencedora entre Holly Holm e Megan Anderson no UFC 225, em Chicago no dia 9 de junho. “Eu quero lutar e acho que essa luta Megan Anderson e Holly. Eles já estão fazendo planos para uma revanche entre Holly e eu. Porque eles acabaram de tirar o Ovreem do pay-per-vier, colocaram nas preliminares e subiram elas para card principal. Eu acho que o Dana White está se preparando para a revanche”, disse Cris.

Cris Cyborg ainda tem duas lutas no contrato com o UFC e quer que o último embate no octógono seja com a campeã, Amanda Nunes. “Eu não vou esperar a Amanda por sua lesão, então pode ser a última do meu contrato. Ela pode levar o tempo que precisar”, concluiu.

A lutadora brasileira tem um cartel de cinco lutas pelo UFC e está invicta. Desde julho de 2017, Cris é a campeã de peso galo quando derrotou Tonya Evinger por nocaute técnico no R3.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário