Ex-atleta da NFL acusado de violência doméstica, nocauteia em apenas 57 segundos no ‘Contender Series’

Greg Hardy acabou com o embate ainda aos 57 segundos do primeiro round com um cruzado de direita e e conquistou contrato com UFC

G. Hardy (foto) obteve três vitórias por nocaute no primeiro round em seus embates como lutador amador. (Foto: Reprodução/Instagram @greghardyjr)

A segunda temporada do reality show ‘Contender Series’ teve inicio nesta terça-feira (12) com a vitória o ex-jogador da NFL, Greg Hardy. O lutador finalizou Austen Lane ainda aos 57 segundos no primeiro round após um cruzado de direita e garantiu seu contrato com o UFC.

“Estou preparado para o grande show. Eu treino na melhor academia do mundo, e tenho total confiança e fé de que esses caras estão lá para me preparar para o que quer que venha pela frente”, afirmou Hardy.

Veja Também

Dana White planeja super luta de Jon Jones contra Brock Lesnar
Ex-TUF Brasil será segurança de Cristiano Ronaldo na Copa Mundo

Hardy fez sua estreia no MMA como amador em novembro passado e conseguiu uma vitória em 32 segundos por nocaute. Em fevereiro, ele derrotou Ryan Chester no LFA 33 em uma luta amadora em apenas 14 segundos.

Antes do MMA, Greg jogou pelo Carolina Panthers e pelo Dallas Cowboys. Sua saída em 2015 foi devido aos seus problemas extracampo, que envolveram violência doméstica e posse de drogas.

O lutador foi considerado culpado em um caso de violência doméstica em 2014, após sua namorada ter acusado o atleta de agressão. Os registros foram retirados posteriormente de sua ficha criminal depois que a vítima não compareceu ao julgamento.

Dana White foi criticado após ter confirmado o atleta no reality do Ultimate. “O cara nunca foi acusado de nada. Ele nunca foi condenado ou algo assim. Então vamos dar a ele uma chance”, afirmou o presidente do UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário