Paulo Borrachinha acredita que pode nocautear qualquer lutador do peso médio

Invicto no MMA, o lutador brasileiro enfrenta Uriah Hall no UFC 226, em julho e confia em vitória para chegar ao top 5 da divisão

P. Borrachinha tem um cartel de 11 lutas e continua invicto. Foram dez vitórias por nocaute e uma por finalização. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Paulo Borrachinha em sua estreia no UFC venceu por nocaute técnico sobre Garreth McLellan e conquistou a performance da noite. Desde então, conseguiu mais duas vitórias por K.O., uma delas sobre o ex-campeão meio-médio do Ultimate, Johny Hendricks. No dia 07 de agosto, o mineiro coloca sua invencibilidade no MMA em jogo contra Uriah Hall no UFC 226 e ainda afirma que pode nocautear qualquer lutador no peso médio.

“Eu só estou pensando nessa luta agora, não estou nem pensando em depois. Penso nessa luta, em nocautear ele rápido… Acredito que dá pra nocautear praticamente todo mundo dessa categoria. Via o Luke Rockhold como um grande adversário lá na frente, mas agora ele está subindo de categoria. Acho que nessa categoria não tem nenhum striker que possa me parar”, disse Borrachinha em entrevista para o site “Combate.com”.

Veja Também

Recuperado de lesão, Paulo Borrachinha encara o ‘Homem Ambulância’ no UFC 226
Borrachinha dá indireta e Mutante responde com ameaça
Paulo Borrachinha nega rivalidade com Mutante: ‘Existe rivalidade contra quem está no mesmo nível’

O jamaicano é faixa preta de caratê e muay thai e também faz seu jogo em pé. A estratégia do brasileiro é mostrar seu wrestling que durante seu ‘camp’ foi aprimorado com o treinador Eric Albarracin e o campeão olímpico e desafiante ao título dos moscas do UFC, Henry Cejudo.

“Eu e Hall somos parecidos em pé, mas acho que eu tenho muito mais potência e explosão que ele. Mas tipo assim, eu penso lá na frente, eu penso que na próxima luta pode vir um wrestler muito bom, ou pode vir um cara do jiu-jitsu que saiba wrestling, que queira botar a luta pra baixo. Então eu acredito que eu tenho que saber não cair, se eu não quiser cair entendeu? Por isso a importancia do wrestling. E estar nesse camp com o Albarracin e o Cejudo é incrível. O wrestling é o divisor de níveis da luta em pé para a luta no chão”, explicou Paulo.

Atualmente, Paulo Borrachinha é o décimo primeiro colocado no ranking da categoria dos médios, mas acredita que uma boa vitória pode colocá-lo próximo do Top 5.

“Uma vitória me coloca muito perto dos top 5. Se não me colocar lá, me coloca muito próximo. Mas eu não acho que seja qualquer vitória, tem que ser nocauteando ou finalizando. Então quem consegue dominar bem a luta, consegue um resultado bom. Consegue avançar mais rápido, é isso que eu tento fazer em toda luta”, concluiu o brasileiro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário