Desafiantes ao título quebram protocolo e não treinam em Los Angeles

Cody Garbrandt e Henry Cejudo entraram no tatame, mas não treinaram, pois optaram por responder às perguntas feitas pelos fãs

C. Garbrandt (foto) iniciou a rodada de perguntas e respostas no treino aberto. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Os desafiantes aos títulos galo e mosca, Cody Garbrandt e Henry Cejudo não seguiram o protocolo no Ultimate no treino aberto do UFC 227 realizado na quarta-feira (01), no teatro The Novo, em Los Angeles. Os lutadores até entraram no tatame, mas preferiram responder às perguntas feitas pelos fãs. Os campeões Demetrious Johnson e TJ Dillashaw, mantiveram o cronograma e fizeram o treinamento para o público presente.

Veja Também

Cody Garbrandt evita provocações de TJ Dillashaw: ‘não quero gastar minha energia nisso’
TJ Dillashaw dispara contra Cody Garbrandt: ‘Vou arruinar a carreira dele’
TJ Dillashaw acredita que segunda vitória sobre Garbrandt o torna ‘melhor galo de todos os tempos’

O campeão dos moscas, Demetrious Johnson foi o primeiro a entrar no tatame e treinou durante 15 minutos. ‘Mighty Mouse’ mostrou seu repertório na trocação, afiando socos e chutes. Ele faz com Henry Cejudo o co-evento principal do UFC 227.

O ex-campeão dos galos, Cody Garbrandt foi o primeiro atleta a pegar o microfone e conversar com o público. Ele participou de um show de perguntas e respostas onde falou sobre sua previsão para a luta com Dillashaw. “Eu vou nocautear o TJ Dillashaw. E vai ser no primeiro round”, garantiu ‘No Love’.

O desafiante dos moscas, Henry Cejudo foi o terceiro lutador a subir no palco em Los Angeles e com uma dança animou a plateia. Ele manteve o clima criado por Cody e continuou respondendo as questões do público. Em sua primeira fala, ‘Messenger’ explicou que iria responder às questões do fãs e não treinaria.

“Esse esporte é uma loucura. Essa luta não é sobre o cinturão, é sobre destronar o cara que me venceu, que me nocauteou aos 2m49s do primeiro round, que tem onze defesas de cinturão. Não é mais sobre o título, é porque ele venceu a mim e a todos. Antes de eu pensar em ser lutador de MMA ele já tinha o cinturão”, disse Cejudo.

Para encerrar os treinos livres em Los Angeles, TJ Dillashaw surgiu ao som da banda Red Hot Chili Peppers. Ele manteve a programação e fez o treinamento com manopla, chutes frontais e mostrou seu jogo de chão. O campeão foi observado pela esposa e o filho pequeno. Ao final do show, o norte-americano reservou um tempo para tirar selfies e autografar camisas dos fãs.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário