Chuck Liddell x Tito Ortiz: antecipe as apostas e turbine seus rendimentos

Combate entre os veteranos já foi acordado, e deve acontecer até o final do ano

Liddell x Ortiz fazem superluta de ex-campeões

Um dos segredos do bom apostador para alavancar seus rendimentos é estar sempre atento aos eventos futuros, afinal, quem aposta com antecedência, em geral, obtém as margens de retorno mais generosas.

Por isso, o Oddsshark.com apresenta os prognósticos para o combate entre os veteranos Chuck Liddell e Tito Ortiz, que ainda não tem data nem local para acontecer, mas já foi confirmado pela Golden Boy Promotions, empresa do ex-pugilista Oscar de la Hoya, que agora entra no mercado de MMA.

De la Hoya anunciou ao mundo a contratação dos atletas no último dia 02 de julho, através do seguinte comunicado.

“Estou orgulhoso em anunciar que assinamos um acordo para a luta entre Chuck Liddell e Tito Ortiz. Isso vai ser enorme para os fãs do esporte por todo o mundo. Ortiz e Liddell são dois dos lutadores mais conhecidos na história do MMA. Eles são lendas do esporte. Todo mundo se lembra que a rivalidade deles ajudou a botar o esporte no mapa. Estamos empolgados em sediar o próximo e último capítulo desta rivalidade histórica.”

Será que no outono de sua carreira Tito Ortiz conseguirá enfim derrubar o grande rival? Você pode ganhar um bom dinheiro com um triunfo do Bad Boy de Huntington Beach, que desponta como favorito. Por outro lado, ainda vale a pena investir em Chuck Liddell, aos 48 de idade, e sem subir ao octógono desde 2010? As apostas estão abertas, e a hora é agora para tomar esta decisão.

Tito Ortiz finalizou Chael Sonnen em 2017

Ex-campeão da divisão dos pesos-médios do UFC, o norte-americano Tito Ortiz é considerado um dos maiores nomes da história do MMA, e tem no currículo triunfos sobre rivais do nível de Wanderlei Silva, Vitor Belfort, Ken Shamrock, Forrest Griffin, Ryan Bader, entre muitos outros.

Sua derrocada na principal organização do MMA em todo o mundo teve início exatamente após um combate contra Chuck Liddell, mais precisamente no UFC 66, quando o Homem de Gelo venceu por nocaute técnico aos quatro minutos do terceiro round, e ficou com o cinturão da divisão dos meio-pesados.

A partir de então, Ortiz entrou em uma fase decadente, em que perdeu oito de dez combates, inclusive diante dos brasileiros Lyoto Machida e Rogério Minotouro, além de antigos rivais, como seus compatriotas Rashed Evans e Forrest Griffin.

Era preciso mudar de ares, e aos 39 anos de idade, o Bad Boy de Huntington Beach surpreendeu o mundo ao iniciar uma bem sucedida carreira no Bellator, onde estreou com vitória sobre o então campeão dos pesos-médios, Alexander Shlemenko.

Pela organização, Ortiz ainda venceria mais duas lutas, contra o também ex-UFC Stephan Bonnar e o falastrão Chael Sonnen, um velho conhecido dos brasileiros pelo antagonismo com Anderson Silva. Em janeiro de 2017, aos 43 anos, ele anunciou sua aposentadoria exatamente após finalizar o compatriota.

Tito Ortiz tem um cartel de 19 vitórias, 12 derrotas e um empate.

Chuck Liddell já não vinha bem em 2010

A decadência de Chuck Liddell no UFC foi um pouco mais tardia, mas não menos arrasadora que a do seu rival. Ela começou em meados de 2007, quando o lutador perdeu o cinturão da divisão dos meio-pesados para Quinton Jackson, e se arrastou por mais três anos.

Neste período, Lidell perdeu para Keith Jardine por decisão dividida, e foi nocauteado em sequência por Rashad Evans, Maurício Rua e Rich Franklin. Foi então que Dana White resolveu intervir, solicitando ao Homem de Gelo que interrompesse sua carreira.

O chefão do UFC, aliás, já se posicionou contrariamente ao retorno do veterano: “Eu espero que ele esteja saindo da aposentadoria para ser parceiro do De La Hoya e não para lutar. A última coisa que eu quero é uma coisa ruim para o Chuck Liddell, porque eu o amo. Mas eu pedi para ele se aposentar faz dez anos por um motivo”, declarou à imprensa.

Quem também se mostra bastante reticente é seu antigo treinador, Jack Hackleman: “Eu não gosto nem um pouco disso. Para mim, não é divertido, nunca foi. Então, eu não quero que ele volte a lutar. Mas, dito isso, se ele realmente quiser voltar e realmente tiver a vontade necessária para fazer isso, então eu estou com ele 100%”

Aos 48 anos de idade, Liddel precisará ser aprovado em rigorosos exames da Comissão Atlética da Califórnia para obter a autorização para retomar suas atividades.

Ele encerrou a carreira com um cartel de 21 vitórias e oito derrotas.

Palpite

Caso Tito Ortiz tenha carregado alguma frustração por nunca ter vencido Chuck Liddel ao se aposentar, o momento é perfeito para expurgá-la. O Bad Boy é cinco anos mais jovem, e até o ano passado ainda competia em alto nível.

É claro que em se tratando de um dos maiores lutadores de todos os tempos, como é o caso do Homem de Gelo, surpresas sempre podem acontecer, mas todos os indicadores apontam para um triunfo de Ortiz.

De acordo com as cotas do Oddsshark.com, o sucesso do favorito garante 38% de lucro, mas se Liddell ressurgir das cinzas, o investidor resgatará o triplo do montante apostado.

Apostas Futuras

Peso-médio – (R$ 1,38) Tito Ortiz x Chuck Liddel (R$ 3,00)

*A luta deve acontecer em 2018 para ser válida.

*Ambos devem lutar para validar.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário