Contender Series Brasil: Marina Rodriguez impressiona Dana White e UFC fecha com três lutadores

Lutadora gaúcha foi parabenizada pelo presidente da franquia logo após a vitória sobre Maria Oliveira; Johnny Walker e Taila Santos também garantem contrato

Marina (dir.) chama atenção de Dana White. Foto: Reprodução / Twitter ufcbrasil

O segundo episódio do Contender Series Brasil, exibido nesta sexta-feira (31), foi especial para Marina Rodriguez. A peso palha gaúcha brilhou no embate diante de Maria Oliveira por nocaute técnico e foi parabenizada após o triunfo por Dana White, presidente da franquia. Além dela, o peso pesado Johnny Walker e a peso mosca Taila Santos também foram contratados. Por outro lado, o ex-TUF Marcio Lyoto e André Muniz, que também venceram seus embates, ficaram de fora.

Marina atropela, impressiona Dana White e garante contrato

Veja Também

Caso de violência doméstica contra Nick Diaz é arquivado pelo Tribunal de Nova York
Sem acordo com russo, Esquiva Falcão disputará título contra argentino

Foi um verdadeiro show! A gaúcha de Bage, interior do Rio Grande do Sul, foi a grande estrela do segundo episódio do Contender Series Brasil. A peso palha foi para a luta franca e mostrou toda sua versatilidade no Muay Thai. Maria, por sua vez, ainda tentou responder as investidas, mas foi dominada por Marina.

A gaúcha dominou o pescoço da rival e disparou várias joelhadas, combinando com cotoveladas e até um soco voador. Maria sentiu os ataques e desistiu da disputa ainda em pé, sinalizando que não aguentava continuar.

Marcio Lyoto vence, mas não leva

Nome mais conhecido do segundo episódio, Marcio Lyoto tentava retornar ao UFC pelo Contender Series. O atleta, vice-campeão da terceira temporada do TUF Brasil, sofreu no início da luta contra Leonardo Cabeção, mas finalizou a disputa com uma guilhotina, em menos de dois minutos de luta.

Cabeção começou melhor a disputa, encurtou a distância e tentou as quedas. Ele até levou Lyoto ao solo três vezes consecutivas, mas ele conseguiu levantar em todas as oportunidades. Porém, ainda no clinch, ele tentou uma nova queda, mas dessa vez Lyoto laçou o pescoço, encaixou a guilhotina e forçou o rival a desistir da peleja em 1m52s de duelo.

Johnny Walker vence ex-UFC e garante vaga

J. Walker (foto) garante contrato com o UFC. Foto: Reprodução / Twitter ufcbrasil

Revelação brasileira nos pesos pesados, Johnny Walker mostrou o seu valor diante de um velho conhecido: Luis Henrique Frankenstein, ex-atleta do UFC. E o jovem atleta deu show, dominou o veterano e vencer na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27 e 30-26) depois de castigar o compatriota por 15 minutos.

Walker mostrou todo seu arsenal ao começar a disputa conectando um pisão seguido de joelhada voadora. O ex-UFC tentou encurtar para responder, mas foi pego on clinch e sofreu com a joelhada aplicada por Jonhy. Na saída do clinch, Walker conectou um cruzado e tentou uma nova joelhada voadora. Sem se encontrar em pé, Frankenstein tentou a queda nos instantes finais do primeiro round, mas foi pego em uma guilhotina e salvo pelo gongo.

No segundo assalto, Walker voltou ainda mais contundente Ele voltou conectando chutes em Frankenstein e forçou o rival a tentar queda. Dessa vez, porém, Johnny conseguiu inverter e ficar por cima. No solo, ele chegou a montada, conectou vários golpes por cima e esteve perto de finalizar com um estrangulamento, mas, de forma sensacional Luis Henrique sobreviviu. Na sequência, Walker ele ainda tentou um triângulo, mas Frankenstein defendeu novamente.

Já cansados, o ritmo caiu no terceiro assalto. Frankenstein tentou emplacar uma improvável virada e conectou bons socos no rosto de Walker. Mas com o passar do tempo, ele perdeu ímpeto. Com isso, Walker levou a disputa para o clinch e acertou algumas joelhadas. Na disputa de pegada, a jovem revelação, ergueu o peso pesado do solo, atravessou o octógoon com Frankenstein em seus braços e quedou o rival na grade. Por cima, ele somou pontos e garantiu a vitória na decisão unânime e o contrato com o UFC.

Resultados do Contender Series Brasil Episódio 2

Taila Santos venceu Estefani Almeida por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

Johnny Walker venceu Luis Henrique Frankenstein por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)

André Muniz venceu Bruno Assis por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)

Marina Rodriguez venceu Maria Oliveira por nocaute técnico aos 3m03s do R1

Márcio Lyoto venceu Leonardo Cabeção por finalização a 1m52s do R1

Contratados do Contender Series Brasil – Episódio 2

Marina Rodriguez

Johnny Walker

Taila Santos

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments