Covington dispara contra Woodley: ‘conheço algumas histórias que arruinariam sua carreira’

Companheiros por muitos anos na equipe American Top Team (ATT), ‘Chaos’ garantiu que não se pode confiar nas palavras do ‘Escolhido’

Covington continua provocando o rival. Foto: Reprodução/Instagram @colbycovmma

Tyron Woodley e Colby Covington protagonizam uma das maiores rivalidades da história do MMA atual. Desde sua saída da equipe American Top Team, ‘Chaos’ tem provocado o rival pelas redes sociais. O ‘Escolhido’ permaneceu em silêncio por muito tempo, mas nos últimos meses tem respondido seus os insultos. Em entrevista ao site “BjPenn.com”, o detentor do cinturão interino dos meio-médios parece ter dado a ‘cartada final’ ao afirmar que tem histórias de ‘T-Wood’ que acabariam com sua carreira.

Veja Também

Jon Jones se disponibiliza para treinar Tyron Woodley em luta contra Colby Covington
Chael Sonnen acredita que Colby Covington está reinventando o MMA
Colby Covington garante que vai lutar com Tyron Woodley em novembro em Nova York

“Eu tenho algumas cartas na manga. Eu tenho muita sujeira dele. Eu conheço algumas histórias que arruinariam sua carreira e arruinariam sua vida, na verdade”, provocou Colby.

Em uma comparação política com seu rival, Colby afirma que Woodley é como ex-candidata a presidência, Hillary Clinton, pois não se pode confiar no que ele fala.

“Ele é como Hillary Clinton de certa forma. O chamamos de Tyrone de duas caras. Você não pode confiar em nada do que ele diz. Eu sou mais como Trump. Estou pegando todos esses medrosos e os colocando no lugar deles”, explicou ‘Chaos’.

A rivalidade iniciou após Covington afirmar que dominava Woodley quando treinava com ele na American Top Team. Enquanto isso, ‘T-Wood’ lembra que os fatos ocorreram de forma completamente diferente.

Um encontro entre os arquirrivais está próximo de acontecer dentro do octógono do Ultimate. Durante o UFC 228, o presidente da organização, Dana White disse que Colby lutaria com o vencedor do confronto entre Woodley x Darren Till. Tyron mostrou sua superioridade e manteve o cinturão. A vitória o credenciou para enfrentar seu rival para unificar o cinturão dos meio-médios.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário