Com cirurgia marcada, Woodley descarta confronto contra Covington no UFC 230

O ‘Escolhido’ rompeu três ligamentos do polegar direito e terá que passar por procedimento cirúrgico em outubro

T. Woodley deve voltar ao octógono em 2019. Foto: Reprodução/Instagram @twoodley

Um combate pela unificação do cinturão dos meio-médios entre Tyron Woodley e Colby Covington foi cogitado para o UFC 230, dia 3 de novembro em Nova York (EUA). O ‘Escolhido’ esperava uma liberação médica para oficializar o confronto. Contudo, o lutador vai precisar realizar uma cirurgia no dedo polegar em outubro. Assim, o Ultimate precisará adiar o duelo para 2019.

Veja Também

Woodley se dispõe a enfrentar Covington no UFC 230
UFC 228: Tyron Woodley finaliza Darren Till e mantém cinturão dos meio-médios
Vídeo: Assista à vitória de Tyron Woodley sobre Darren Till no UFC 228

Durante o combate com Darren Till, Woodley deslocou o dedo polegar direito e não sabia a extensão da lesão. Após realizar novos exames, foi constatado o rompimento de três ligamentos. Por isso, Tyron terá que passar por um procedimento cirúrgico que pode deixá-lo fora do octógono por até três meses.

Em entrevista ao site do canal norte-americano ESPN, Tyron Woodley revelou que a cirurgia está marcada para outubro. Assim, o campeão linear não poderá encarar Covington no evento principal em Nova York.

“Eu desloquei meu polegar na luta [contra Darren Till] e, ao fazer isso, rasguei três ligamentos. Farei uma pequena cirurgia para fornecer mais estabilidade para a minha mão e minimizar uma possibilidade de artrite”, contou Woodley.

O campeão dos meio-médios tem em sua carreira 23 confrontos, sendo 19 triunfos, três derrotas e um empate. Woodley conquistou o cinturão em julho de 2016, quando venceu Robbie Lawler. Desde então, protagonizou quatro defesas de títul contra Stephen Thompson, Demian Maia e Darren Till.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments