Cyborg dispara contra McGregor: ‘Se falar dos brasileiros, o bicho vai pegar!’

Com o mesmo empresário do irlandês, a brasileira não admite que lutador fale mal do Brasil novamente, como fez quando enfrentou José Aldo em 2015

C. Justino fez sua última luta em março deste ano . Foto: Reprodução/Instagram @criscyborg

Cris Cybrog acertou com a agência Paradigm Sports Management para gerenciar sua carreira na semana passada. A mesma empresa que comanda as atividades de lutadores com Conor McGregor e Tony Ferguson. Com isso, a campeã dos pena avisou a ‘Notorious’ que se voltar a provocar os brasileiros novamente ‘o bicho vai pegar’.

Veja Também

Cris Cyborg dispara contra Amanda Nunes e chama rival de ‘creonte’
Cris Cyborg e Amanda Nunes fazem superluta de campeãs no UFC 232

“McGregor precisa agora tomar cuidado pra falar do Brasil, senão o bicho vai pegar! Eu respeito o Aldo, o que aconteceu com a luta dele, acho que ele também respeita. Então a partir do momento que ele anunciou que estamos nessa parceria, que agora somos do mesmo empresário, vamos trabalhar juntos, ele tomou bastante cuidado”, falou Cris em entrevista ao site do canal Combate.

A nova agência de Cyborg deve cuidar das próximas lutas no MMA e também um possível embate o boxe. A curitibana tem um sonho antigo de migrar para o pugilismo.

“Eu gostaria de lutar boxe, quero ver se poderemos trabalhar juntos ou não. Mas vamos deixar isso na mão do meu novo manager. Estou bem feliz com o Audie trabalhando comigo. É uma nova fase da minha carreira e acho que será bem importante”, disse a brasileira.

Com 33 anos, Cris Cyborg não perde uma luta desde 2005. Desde sua estreia no Ultimate, em 2016, somou cinco triunfos. A brasileira tem um cartel de 20 vitórias e apenas uma derrota. Em seu último compromisso, ela venceu por nocaute técnico Yana Kunitskaya, em março, pelo UFC 222.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário