Belfort relembra nocaute há 20 anos para desafiar Wanderlei Silva: ‘Quer sua revanche?’

Através de postagem em suas redes sociais, Belfort provocou Wand, prometendo nocautear o compatriota mais uma vez

Belfort quer enfrentar Wand mais uma vez (Foto:Reprodução/Facebook/Montagem SL)

Na última terça-feira, dia 16 de outubro, o UFC completou 20 anos do primeiro evento realizado no Brasil, em São Paulo, no já longínquo ano de 1998. A data ficou marcada não só pela estreia do Ultimate em terras brasileiras, mas, também, pelo nocaute fulminante de Vitor Belfort em Wanderlei Silva, na clássica cena em que o carioca cruzou o octógono golpeando o curitibano, que foi a nocaute em 44 segundos.

Veja Também

Bellator oficializa final do GP dos pesados entre Fedor e Bader para janeiro de 2019
Dana White minimiza conflito com Khabib: ‘Tudo vai se resolver’

De lá para cá, Vitor e Wanderlei travaram uma rivalidade acirrada, cheia de provocações, e que quase culminou em revanche após a dupla capitanear a primeira edição do TUF Brasil, em 2012 – uma lesão na mão do ‘Fenômeno’ acabou cancelando o combate. Porém, se depender dos lutadores, o segundo encontro pode acontecer no próximo ano.

Através de suas redes sociais, Belfort relembrou o histórico episódio e aproveitou para desafiar Wand, com direito a provocação. “E aí, Wanderlei Silva, quer sua revanche?
Sem problema! Vou tratar seus traumas com outro nocaute”, escreveu o ex-campeão do UFC, que já tinha cogitado enfrentar o compatriota há algumas semanas.

Sem contrato com nenhuma organização desde que saiu do UFC, em maio deste ano, Vitor Belfort já admitiu que os planos de pendurar as luvas não são mais prioridades, e que um retorno aos cages deve se concretizar. Wanderlei Silva, por sua vez, tem contrato com o Bellator, organização na qual realizou duas lutas, sendo derrotado em ambas: foi dominado por Chael Sonnen e nocauteado por Rampage Jackson.

Confira a postagem de Vitor Belfort:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Enfrentar seus desafios é o primeiro passo para o sucesso. Na época dessa luta tive muitos problemas de saúde. Foi um período em que questionei vários aspectos da minha vida. Mas tinha um sonho, e esse sonho era maior do que todas as dificuldades que estava vivenciando. Orei muito, pedi muito a Deus que me mostrasse o caminho pelo qual deveria seguir. E graças a Deus, de uma forma milagrosa acordei no dia da luta sem dor alguma. Essa vitória não foi somente minha, e sim, nossa! De todo o time. Se não fosse por eles não teria condições de estar lá. Agradeço a todos que participaram: mestre Carlson Gracie , minha mãe a famosa dona @jovitabelfort , professor @alvaroromano , Daniel Vieira e toda a equipe Carlson Gracie @amaury.bitetti A maioria das pessoas não sabem, mas por um longo período antes dessa luta, minha cabeça doía tanto que acabei tendo que ser fortemente medicado para suportar a dor. E devido à quantidade de remédios que tomei, o que era para me curar acabou afetando meu labirinto. Mas meu sonho era maior e Deus honrou o desejo do meu coração… Não só lutei, como tive uma vitória rápida com um nocaute fulminante no meu adversário. Mas como vcs podem ver os perdedores sempre arranjam desculpa. Covardes são aqueles que não enfrentam seus medos. Me considero um valente. Como todos os seres humanos, tenho medos e receios. Mas nunca me entrego a eles.. Lembrem-se que por de trás de quem tenta te ferir, normalmente existe uma alma ferida. E aí @wandfc , quer sua revanche? Sem problema! Vou tratar seus traumas com outro nocaute. Confere aí o teaser desse Especial sobre o primeiro UFC no Brasil! Assista às 19h30 no SporTV 2 e às 21h no Combate: “44s para a história: o primeiro UFC no Brasil”. Será hoje à noite

Uma publicação compartilhada por Vitor “The Phenom” Belfort (@vitorbelfort) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário