Cormier explica desinteresse em revanche com Miocic: ‘Não ganhamos dinheiro na primeira luta’

O campeão dos pesados reconheceu que um novo combate com Stipe não faria sentido no momento, pois não vê entusiasmo dos fãs para o reencontro

D. Cormier nocauteou o rival no UFC 226. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Daniel Cormier está pronto para defender o cinturão dos pesos pesados contra Derrick Lewis na luta principal do UFC 230, dia 3 de novembro, em Nova York (EUA). Entretanto, tem se especulado uma possível revanche entre ‘DC’ e o ex-campeão da divisão, Stipe Miocic. Em entrevista ao site norte-americano MMAWeekly, o norte-americano afirmou que um novo confronto com o rival não faz sentido no momento.

Veja Também

Disputa de cinturão entre Cormier x Lewis é oficializada para o UFC 230
Cormier confessa que ‘não está 100%’ para enfrentar Lewis no UFC 230
Miocic ironiza cinturão de Cormier: ‘Sou muito melhor do que ele’

Cormier admitiu que o principal motivo por não querer um novo duelo é porque a primeira luta não foi tão lucrativa quanto se esperava. No entanto, o campeão dos pesados não descarta um confronto com Miocic no futuro.

“Eu juro que não tenho medo de Stipe Miocic. Por que eu estaria? Isso simplesmente não faria sentido uma luta agora. Eu não me importo de lutar com ele novamente.”, explicou Cormier.

Desde que o confronto entre os rivais terminou, Miocic tem provocado Daniel para ter uma segunda chance de derrotá-lo. “Eu aprecio que ele me provocando, talvez se ele tivesse feito isso no começo nós tivéssemos feito algum dinheiro”, disse DC.

Miocic afirma que estava ganhando o combate até o golpe que o nocauteou. No entanto, Cormier garantiu que primeira e único assalto estava equilibrado. “Ele diz que estava ganhando a luta. Eu estava batendo nele com alguns socos limpos. Foi uma round uniforme e ele foi eliminado”, concluiu o campeão dos pesados.

A última luta da carreira de Daniel deve ser contra Brock Lesnar ou Jon Jones. Isso porque o lutador já prometeu que se aposentaria ao completar 40 anos, em março de 2019. Com isso, Miocic provavelmente não terá outra chance de encarar o rival.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário