‘Argentino Xente Boa’, Santiago Ponzinnibbio faz a festa da torcida no UFC Buenos Aires

Ponzinnibio nocauteou o norte-americano Neil Magny no quarto round e prometeu cinturão para a Argentina em 2019

Ponzinibbio (esq.) fez a festa da torcida em Buenos Aires (Foto: Divulgação/Facebook)

Festa argentina no UFC Fight Night Buenos Aires. Na primeira edição do Ultimate no país, o local Santiago Ponzinibbio nocauteou o norte-americano Neil Magny no quarto round e garantiu a alegria dos torcedores presentes na Arena Parque Roca. O duelo entre os meio-médios foi a atração principal do show.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute de Santiago Ponzinnibbio sobre Neil Magny no UFC Buenos Aires
Brasileiro Johnny Walker vence Khalil Rountree com nocaute espetacular no UFC Buenos Aires
VÍDEO: Veja o nocaute brutal do brasileiro Johnny Walker no UFC Buenos Aires
UFC Buenos Aires: Brasileiros Michel Trator e Alexandre Pantoja finalizam no card preliminar

“Fizemos realidade este sonho depois de muitos anos batalhando. Esta é a vitória que vocês merecem. Não sabem o quanto isso significa para mim! Eu queria o nocaute, mas foi difícil porque o Neil Magny é muito alto e tem uma envergadura muito grande. Mas eu vou nocautear todo mundo na divisão, vou ser o próximo campeão do UFC e em 2019 vou trazer o cinturão para a Argentina!”, garantiu um eufórico Santiago Ponzinibbio ainda no cage.

O Brasil esteve representado no card em Buenos Aires com seis atletas, com saldo empatado: três vitórias e três derrotas. No programa principal, Johnny Walker derrotou Khalil Rountree por nocaute, entretanto Cezar Mutante foi superado por Ian Heinisch, enquanto Poliana Botelho acabou finalizada por Cynthia Calvillo. Por outro lado, no card preliminar, Michel Trator e Alexandre Pantoja finalizaram Bartosz Fabinski e Ulka Sasaki, respectivamente, enquanto Anderson Berinja perdeu para Nad Narimani na decisão.

Santiago garante festa da torcida

Principal estrela do UFC Buenos Aires, Santiago Ponzinibbio subiu no cage com a responsabilidade de representar seu povo no primeiro evento em terras argentinas. Vindo de cinco vitórias em série e ocupando a 10ª posição no ranking dos meio-médios (até 77,1 kg.), o ‘Xente Boa’, como é conhecido, tinha pela frente o norte-americano Neil Magny, 8ª na classificação do peso, e não decepcionou. Com uma atuação dominante, ele chegou ao nocaute clássico no quarto assalto.

Sem se intimidar com a pressão de lutar em casa, Santiago tomou a iniciativa de luta no primeiro round. O argentino superou a maior envergadura de Magny e caminhou pra frente desde do início, conectando bons socos no rosto do norte-americano. Em uma combinação de socos, um jab acertou o olho de Neil, que parece ter se machucado.

Empurrado pela torcida, Ponzinibbio tomou conta da luta e trabalhou com boas combinações de socos e chutes, Sem colocar tanta pressão como na parcial anterior, mas golpeando sempre, o argentino controlava a disputa e frustrava as investidas do rival. Em um dos raros ataques de Magny no segundo assalto, o norte-americano acertou uma cabeçada involuntária e Santiago precisou ser atendido pelos médicos. Apesar do susto, ele voltou a disputa empurrado pela torcida.

Magny tentou voltar para a disputa no terceiro round, mas foi rapidamente frustrado pela iniciativa de Santiago. Um belo chute nas pernas aplicado pelo argentino fez o norte-americano girar. Na sequência, ele conectou boa combinação de socos. Os golpes na perna travaram ainda mais a movimentação de Neil, que se tornava um alvo fácil para o atleta da casa.

Com a luta chegando em seu final, Santiago Ponzinibbio apertou o ritmo em busca do nocaute, que presentearia o público que lotou a arena. Ele abusou dos chutes na perna esquerda para travar a movimentação de Magny, que caiu em três oportunidades. Com o rival preocupado com o ataque na perna lesionada, Santiago conectou uma bomba de direita no queixo e nocauteou o norte-americano de forma brutal

Resultados do UFC Buenos Aires

Card Principal

Peso meio-médio: Santiago Ponzinnibbio derrotou Neil Magny por nocaute a 2m36s do R4

Peso pena: Ricardo Lamas derrotou Darren Elkins por nocaute técnico a 4m09s do R3

Peso meio-pesado: Johnny Walker derrotou Khalil Rountree por nocaute a 1m57s do R1

Peso médio: Ian Heinisch derrotou Cezar Mutante na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso galo: Marlon Vera finalizou Guido Cannetti com um mata-leão a 1m31s do R2

Peso palha: Cynthia Calvillo finalizou Poliana Botelho com um mata-leão a 4m48s do R1

Card Preliminar

Peso meio-médio: Michel Trator finalizou Bartosz Fabinski com uma guilhotina a 1m12s do R1

Peso mosca: Alexandre Pantoja finalizou Ulka Sasaki com um mata-leão a 2m18s do R1

Peso pena: Austin Arnett derrotou Humberto Bandenay na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-28, 29-27)

Peso meio-médio: Laureano Staropoli derrotou Hector Aldana na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

Peso leve: Jesús Pinedo derrotou Devin Powell na decisão unânime dos juízes;

Peso pena: Nad Narimani derrotou Anderson Berinja na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário