Belfort desiste de aposentadoria e anuncia volta ao MMA em 2019

Após pendurar as luvas no UFC 224, em maio, o Fenômeno diz que já escuta propostas de diversos eventos

Belfort revela que irá voltar a lutar em 2019 (Foto: Reprodução/ Facebook UFC)

A aposentadoria de Vitor Belfort durou menos do que se imaginava. Após pendurar as luvas em maio, quando foi nocauteado por Lyoto Machida no UFC 224, o ‘Fenômeno’ revelou que está de volta. O lutador garantiu que pretende competir em 2019 e já escuta propostas de alguns eventos.

Veja Também

Anderson Silva reclama da provocação de Jacaré: ‘Já bati de frente com Dana para ele disputar o cinturão’
Belfort relembra nocaute há 20 anos para desafiar Wanderlei Silva: ‘Quer sua revanche?’
Wanderlei Silva agradece torcida e afasta aposentadoria: ‘Já estou pensando na próxima’

Em entrevista ao podcast ‘Ariel Helwani’s MMA Show’, Belfort, de 41 anos, lembrou o discurso feito após sua última luta: “toda história tinha um começo, meio e fim”. Porém,  nesta segunda-feira (17),  ele fez um adendo a frase dita em maio:

“Toda história tem início, meio e fim, mas toda história tem um segundo (ato). (…) Vou continuar (a lutar), não vou parar. Esta é a palavra, está certo. Tenho passe livre. Estamos em negociações. Em 2019 eu volto”, afirmou Belfort.

Ainda durante a entrevista, Vitor elogiou Scott Coker, presidente do Bellator, e Chatri Sityodtong, dirigente do ONE FC. Entretanto, o Fenômeno não descartou um novo contrato com o UFC.

“Estou buscando um lugar onde eu possa trazer valor. Eu vejo que precisamos de uma mudança. Sou lutador e sou um atleta, quero um lugar onde eu possa ser um lutador e um atleta. Quero poder ajudar a nova geração, como podem ser mais bem sucedidos”, completou.

A carreira de Belfort

Vitor Belfort pendurou as luvas no UFC 224. evento realizado dia 12 de maio, no Rio de Janeiro. No evento ele foi nocauteado diante de Lyoto Machida em sua 41ª luta como profissional. O brasileiro somou 26 vitórias, 14 derrotas e uma luta sem resultado (No Contest).

Entre suas principais conquistas estão o GP de pesados do UFC, em 1997, aos 19 anos;  o cinturão dos meio-pesados (até 93,1 kg.) do UFC em 2004 e o título dos médios do Cage Rage, no ano de 2007.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário